16:16 16 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixa Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, em São Paulo, para seguir à prisão.

    Lula deixa Sindicato a pé e se entrega à Polícia Federal

    © REUTERS / Leonardo Benassatto
    Brasil
    URL curta
    20119

    Lula deixou o Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo neste sábado (7) acompanhado de agentes da Políca Federal, e segue em direção a Curitiba, onde ainda hoje deve ser preso.

    Após diversas tentativas de deixar o prédio do Sindicato de carro durante a tarde deste sábado (7), Lula saiu a pé do Sindicato para chegar a um carro da Polícia Federal. Ele deve ir a Curitiba, onde permanecerá preso em uma cela especial na sede da Polícia Federal. O local está desde a tarde de hoje cercado por manifestantes contra a prisão de Lula.

    Manifestantes arrancam portão do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Eles tentavam impedir que o ex-presidente Lula se entregasse à Polícia Federal.
    © REUTERS / Leonardo Benassatto
    Manifestantes arrancam portão do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Eles tentavam impedir que o ex-presidente Lula se entregasse à Polícia Federal.

    Há dois dias dentro do prédio do Sindicato, Lula permaneceu cercado por milhares de manifestantes de movimentos sociais e partidos, além de simpatizantes. Eles impediram diversas tentativas do presidente de deixar o prédio.

    Os dirigentes do PT temiam que a demora pudesse justificar um pedido de prisão preventiva pelo juiz Sérgio Moro, o que traria complicações jurídicas como o impedimento de um pedido de habeas corpus ao presidente.

    Lula é carregado pela multidão antes de fazer discurso em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Ex-presidente teve prisão decretada pelo juiz Sergio Moro e se entregou à Polícia Federal no final do dia.
    © REUTERS / Francisco Proner
    Lula é carregado pela multidão antes de fazer discurso em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Ex-presidente teve prisão decretada pelo juiz Sergio Moro e se entregou à Polícia Federal no final do dia.

    Na manhã deste sábado, Lula discursou confirmando ao público que iria se entregar à Polícia Federal. A multidão fez promessas de resistir às tentativas de prisão do ex-presidente enquanto Lula se pronunciava.

    Lula foi condenado no dia 24 de janeiro deste ano pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), por unanimidade, que aumentou a sua pena de 9 para 12 anos de prisão.

    A prisão de Luiz Inácio Lula da Silva foi decretada pelo juiz federal da 4ª região, Sérgio Moro, na quinta-feira (5), menos de 24h depois de o ex-presidente ter um habeas corpus preventivo negado pelo Superior Tribunal Federal (STF) por 6 votos a 5.

    Mais:

    PT teme que Moro peça prisão preventiva de Lula e tenta convencer manifestantes
    Lula deixará sindicato a qualquer momento em direção a Curitiba
    Lula diz que irá se entregar
    Ministro Fachin nega pedido pela liberdade de Lula
    Tags:
    prisão de lula, condenação de lula, Supremo Tribunal Federal (STF), Sérgio Moro, Luiz Inácio Lula da Silva, Lula, São Bernardo do Campo, Curitiba, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik