08:09 23 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Ex-presidente Lula chega para prestar o seu segundo depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, em Curitiba

    Como diria Lula: 'A luta continua'

    © Foto : Ricardo Stuckert / Fotos Públicas
    Brasil
    URL curta
    Luta pelo habeas corpus de Lula (21)
    365

    A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrará com novo habeas corpus para evitar a prisão.

    Advogados argumentaram que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) antecipou a execução da pena e ainda existem outros recursos a serem analisados contra a decisão final. Lula teria até às 17h desta sexta-feira (6) para se apresentar à Polícia Federal em Curitiba.

    Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão na ação penal do tríplex do Guarujá (SP), na Operação Lava Jato. Em nota à imprensa, a defesa do petista criticou a decisão do juiz Sérgio Moro, que expediu o mandado de prisão de Lula nesta quinta-feira (5).

    "A expedição de mandado de prisão nesta data contraria decisão proferida pelo próprio TRF-4 no dia 24/01, que condicionou a providência – incompatível com a garantia da presunção da inocência – ao exaurimento dos recursos possíveis de serem apresentados para aquele Tribunal, o que ainda não ocorreu", relatou.

    O ex-presidente já informou que não se entregará à Polícia Federal em Curitiba, Paraná, onde deveria dar início ao cumprimento da pena.

    Tema:
    Luta pelo habeas corpus de Lula (21)

    Mais:

    Lula pode garantir direitos políticos na ONU e OEA
    Sérgio Moro ordena a prisão 'voluntária' de Lula para esta sexta-feira
    PT afirma que STF 'rasgou a constituição' e mantém candidatura de Lula
    Tags:
    mandado de prisão, prisão, Polícia Federal, Lava Jato, TRF-4, Luiz Inácio Lula da Silva, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik