16:08 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Marielle Franco, vereadora pelo PSOL, assassinada na noite do dia 14 de março

    Facebook tem até hoje para retirar postagens caluniosas contra Marielle

    © Foto : Mário Vasconcellos/CMRJ
    Brasil
    URL curta
    Assassinato de Marielle Franco choca o Brasil (32)
    102

    Termina na tarde desta quarta-feira (4) o prazo de 24 horas dado pela Justiça para que o Facebook retire do ar todas as postagens contra a vereadora Marielle Franco (PSOL).

    A ação foi movida pela irmã de Marielle, Anielle Silva, e pela viúva da vereadora, Mônica Benício. A decisão, do juiz Jorge Novelle, da 15ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio foi tomada na semana passada, mas o Facebook só foi notificado na tarde desta terça-feira (3), a partir da notificação que o prazo de 24 horas passou a ser contado.

    A liminar concedida no ultimo dia 28 determina ainda que o Facebook precisa fornecer dentro do mesmo prazo informações sobre a autoria das postagens, bem como a administração das páginas e os IPs dos computadores de onde partiram as calúnias.

    De acordo com a advogada da família de Marielle, Samara Mariana de Castro, até a manhã de hoje, muitos conteúdos caluniosos ainda permaneciam na rede social. Com o fim do prazo e caso haja descumprimento da medida, as advogadas que acompanham o caso entrarão com uma petição para que a decisão seja integralmente cumprida.

    Na decisão, o juiz Novelle afirmou que não é possível tolerar que a memória da parlamentar continue sendo desrespeitada e ressaltou que o Facebook tem os recursos necessários para excluir as postagens e fornecer as informações. O juiz pediu também que a empresa informe se os perfis de Luciano Ayan, Luciano Henrique Ayan e Movimento Brasil Livre patrocinaram as postagens.

    Tema:
    Assassinato de Marielle Franco choca o Brasil (32)

    Mais:

    PM dispensou testemunhas do assassinato de Marielle sem ouvi-las, diz jornal
    Viúva de Marielle para Pezão: 'Há sangue em suas mãos enquanto o caso não for resolvido'
    Vereador assume vaga de Marielle no Rio de Janeiro
    Disque-Denúncia já recebeu 53 telefonemas sobre assassinato de Marielle
    Marielle deixou um legado de força e coragem, diz mãe que teve o filho morto pela polícia
    Tags:
    Marielle Franco
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik