20:53 20 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Militares israelenses usam gás lacrimogêneo contra os manifestantes palestinos na Faixa de Gaza, em 30 de março de 2018

    Governo brasileiro manifesta preocupação com violência na Faixa de Gaza

    © REUTERS / Amir Cohen
    Brasil
    URL curta
    311

    O Ministério de Relações Exteriores divulgou uma nota nesta segunda-feira (2) manifestando preocupação com a violência na fronteira entre Israel e Gaza, que deixou pelo menos 14 palestinos mortos e outros 1.400 feridos.

    "O governo brasileiro conclama à moderação e reitera o imperativo da plena observância do direito internacional e do direito humanitário", escreveu o Itamaraty.

    O comunicado também prestou solidariedade às famílias dos mortos e feridos.

    "O Brasil expressa condolências às famílias das vítimas e formula votos de plena recuperação dos feridos", escreveu o ministério.

    Os conflitos ocorreram na última sexta-feira (30), na fronteira entre Gaza e Israel, durante o protesto chamado de Grande Marcha do Retorno, para relembrar o chamado Dia da Terra, quando palestinos foram mortos durante uma greve geral na década de 70.

    Veja a nota na íntegra:

    "O governo brasileiro manifesta grande preocupação com o quadro de violência na fronteira entre Gaza e Israel, no último dia 30 de março, que deixou ao menos 17 palestinos mortos e mais de 1.400 feridos.

    O Brasil expressa condolências às famílias das vítimas e formula votos de plena recuperação dos feridos.

    O governo brasileiro conclama à moderação e reitera o imperativo da plena observância do direito internacional e do direito humanitário."

    Mais:

    2º dia de protestos tem 36 palestinos baleados na Faixa de Gaza
    Netanyahu elogia exército israelense após confrontos com mortes na Faixa de Gaza
    Dos 15 mortos por Israel em Gaza, 5 eram da ala militar do Hamas
    6 palestinos ficam feridos em confrontos com forças israelenses na Faixa de Gaza
    Sobe para 14 o número de palestinos mortos durante protesto em Gaza
    Tags:
    Faixa de Gaza
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik