09:39 23 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Ministro Luís Roberto Barroso

    Após bate-boca com Gilmar Mendes no STF, Barroso pede desculpa aos colegas

    Lula Marques / AGPT
    Brasil
    URL curta
    1490

    Depois de protagonizar um bate-boca que fez encerrar a sessão do Supremo Tribunal Federal e dizer que o colega Gilmar Mendes tem 'pitadas de psicopatia', o ministro Luís Roberto Barroso deixou o plenário e pediu desculpa aos colegas.

    "Lamento", repetiu mais de uma vez logo após o encerramento precoce da sessão por decisão da presidente do STF, Cármen Lúcia.

    A discussão começou após Mendes criticar a atuação de Barroso na 1ª Turma do STF. O ministro, então, reagiu e acusou Gilmar de ser uma "pessoa horrível, uma mistura do mal com o atraso e pitadas de psicopatia". Ele rebateu imediatamente, afirmando que Barroso deveria fechar seu escritório de advocacia.

    Ao contrário do colega, Gilmar Mendes saiu da sessão endossando as críticas feitas no plenário.

    "Desonra se faz aplicando uma Constituição que não existe (…). Vou continuar censurando esta prática onde eu estiver. Tenho ódio à manipulação. Tenho ódio à mistificação" afirmou, completando que Barroso "age por ódio".

    Mais:

    Gilmar Mendes é hostilizado em voo e passageiro pergunta: 'vai soltar o Lula?' (VÍDEO)
    Já são 1,7 milhão a pedir o impeachment de Gilmar Mendes
    'É uma atuação política', diz ex-procurador ao pedir impeachment de Gilmar Mendes
    Gilmar Mendes desempata a favor de Temer e salva mandato do presidente
    Juristas pedirão impeachment de Gilmar Mendes
    Tags:
    Supremo Tribunal Federal (STF), 1ª Turma do STF, Gilmar Mendes, Luís Roberto Barroso, Brasília
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik