03:32 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Luiz Inácio Lula da Silva, expresidente de Brasil y líder histórico del PT

    Prisão próxima? Recurso de Lula será julgado pelo TRF-4 na próxima semana

    © REUTERS / Paulo Whitaker
    Brasil
    URL curta
    321

    O recurso apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) contra decisão que aumentou a pena do ex-presidente no caso do tríplex em Guarujá (SP) será julgado no próximo dia 26 de março pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

    A sessão da 8ª Turma do TRF-4 começará às 13h30 e o recurso da defesa do petista não tem o poder de mudar a decisão do dia 24 de janeiro, quando os três desembargadores mantiveram a condenação de Lula, aumentando a pena de 9 anos e 6 meses para 12 anos e 1 mês de prisão.

    Assim, com base na decisão prévia do próprio tribunal, uma vez que seja analisado esse recurso da defesa, chamado embargos de declaração (quando se questiona o teor da sentença, sem poder de mudar o resultado), o cumprimento da pena pode se iniciar.

    Mesmos responsáveis pela condenação de Lula em segunda instância, os desembargadores João Pedro Gebran Neto, Leandro Paulsen e Victor Luiz dos Santos Laus serão os responsáveis pela análise dos recursos da defesa de Lula.

    Há a expectativa de que, uma vez julgado o tema, o TRF-4 autorize o juiz federal Sérgio Moro, responsável pela condenação de Lula em primeira instância, a expedir o mandado de prisão contra o ex-presidente, que no momento participa de uma caravana no Rio Grande do Sul.

    Na semana passada, às vésperas do lançamento de um livro sobre a sua situação na Operação Lava Jato, uma declaração de Lula foi publicada pela imprensa, e nela o petista mantinha a versão de que é inocente, mas que estava pronto para ser preso e que não pretendia fugir.

    Se for preso, Lula ainda pode recorrer às instâncias superiores (Superior Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Federal). Enquanto isso, no STF, segue pendente um pedido de habeas corpus preventivo feito pela defesa do petista. Não há data para o julgamento.

    Mais:

    Gilmar Mendes será o relator de habeas corpus coletivo que pode impedir prisão de Lula
    Defesa de Lula denuncia 'cooperação ilícita' entre Brasil e EUA durante Lava Jato
    Ciro Gomes disse não acreditar que Lula seja candidato: 'Minha responsabilidade aumenta'
    Tags:
    prisão, Operação Lava Jato, política, corrupção, STJ, STF, TRF-4, Sérgio Moro, Victor Luiz dos Santos Laus, Leandro Paulsen, João Pedro Gebran Neto, Luiz Inácio Lula da Silva, Porto Alegre, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik