22:12 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    O então procurador-geral do Brasil, Rodrigo Janot, fala em um painel com a vice-diretora do Conselho Atlântico, Andrea Murta, e o procurador-geral adjunto dos Estados Unidos Kenneth Blanco em evento nos EUA sobre a Lava Jato.

    Defesa de Lula denuncia 'cooperação ilícita' entre Brasil e EUA durante Lava Jato

    © AP Photo
    Brasil
    URL curta
    38458

    A defesa do ex-presidente Lula apresentou ao TRF4, o que chamou de "provas que mostram cooperação ilícita entre Força Tarefa da Lava Jato e autoridades norte-americanas". Denúncia se baseia em declarações de um procurador americano, que mencionou cooperação internacional "fora dos procedimentos oficiais" e "baseada em confiança".

    Os termos foram usados pelo então vice-procurador-geral do Departamento de Justiça dos EUA, Kenneth Blanco, durante evento "Lessons from Brazil: Fighting Corruption Amid Political Turmoil" (Lições do Brasil: combater a corrupção em meio à turbulência política), realizado em julho de 2017 e promovido pelo Jota e pela Atlantic Council. Rodrigo Janot também era um dos convidados.

    "Dado o relacionamento íntimo entre o Departamento de Justiça e os promotores brasileiros, não dependemos apenas de procedimentos oficiais como tratados de assistência jurídica mútua, que geralmente levam tempo e recursos consideráveis para serem escritos, traduzidos, transmitidos oficialmente e respondidos. No começo de uma investigação, um promotor, ou um agente de uma unidade financeira de um país, pode ligar para seu parceiro estrangeiro e pedir informação financeira, por exemplo, minhas contas bancárias", disse Blanco, conforme citado pelo Estadão.

    Os advogados de Lula usam a denúncia para descredibilizar a atuação da justiça na Lava Jato e anular o julgamento do caso "triplex no Guarujá". De acordo com a defesa, ignorar os procedimentos oficiais e conceder acesso às provas da Operação sem registro formal "se mostra incompatível com o Decreto nº 3.810/2001", que incorporou o Acordo de Assistência Judiciária em Matéria Penal entre os EUA e o Brasil.

    Tags:
    Acordo de Assistência Judiciária em Matéria Penal, Operação Lava Jato, Lessons from Brazil: Fighting Corruption Amid Political Turmoil, Departamento de Justiça dos Estados Unidos, Rodrigo Janot, Kenneth Blanco, Brasil, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik