16:13 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Ex-presidente Lula ao lado do vencedor do Nobel da Paz de 1980, Adolfo Pérez Esquivel.

    Lula Nobel da Paz? Ganhador argentino quer indicar ex-presidente ao prêmio

    © Foto : Ricardo Stuckert/Divulgação
    Brasil
    URL curta
    26239

    O argentino ganhador do Prêmio Nobel da Paz, Adolfo Pérez Esquivel, se encontrou com o ex-presidente e pré-candidato às eleições de 2018, Luís Inácio Lula da Silva e disse que considera indicar o petista ao Comitê do prêmio.

    "A chegada do PT e Lula à presidência marcou um antes e um depois para o Brasil, a ponto de se tornar uma referência internacional na luta contra a pobreza. Mais de 30 milhões de pessoas foram resgatadas da pobreza extrema (um país inteiro), a desigualdade diminuiu e o índice de desenvolvimento humano aumentou. Seu governo tinha políticas cruciais para a paz dos brasileiros e era um exemplo para o mundo", disse o ativista ao justificar as razões pelas quais apresentaria a candidatura ao Comitê do Nobel.

    ​Esquivel completou a fala dizendo que defender a candidatura de Lula é "defender o retorno da democracia brasileira". "Eles não o perseguem pelo que consideram políticas erradas, eles o perseguem porque querem reverter o que ele fez bem para as maiorias populares", completou.

    Histórico conturbado

    Polêmico, Esquivel têm acompanhado de perto a crise política no Brasil desde a realização de manifestações que culminaram no impeachment da ex-presidente Dilma. Na ocasião, o Nobel da Paz discursou no Senado brasileiro e afirmou que o processo era a "preparação para um Golpe de Estado", comparando a saída da petista aos golpes contra Manuel Zelaya, em Honduras e contra Fernando Lugo, no Paraguai.

    A fala causou confusão e foi retirado da ata da Casa a pedido do senador Athaides Oliveira (PSDB).

    Tags:
    Prêmio Nobel da Paz, PT, PSDB, Senado Federal, Instituto Nobel, Comitê do Nobel da Paz, Athaides Oliveira, Manuel Zelaya, Fernando Lugo, Lula, Adolfo Pérez Esquivel, Paraguai, Honduras, Argentina, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik