12:23 24 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    050
    Nos siga no

    A Polícia Civil de São Paulo prendeu nesta terça-feira (20) 33 pessoas acusadas de pedofilia na Operação Harpócrates. Foram emitidos 49 mandados de busca e apreensão em 21 cidades da região metropolitana de São Paulo, incluindo a capital.

    A operação surgiu de uma denúncia anônima de um morador de Taboão da Serra e a investigação durou seis meses. A partir do primeiro computador localizado com imagens de menores de idade em cenas de sexo, foi encontrada uma possível rede de compartilhamento de pedofilia. 

    A delegada Gilmara Natália dos Santos disse não poder confirmar ainda se os suspeitos produziam o material.

    “Primeiro, eles estão sendo autuados por armazenamento, depois vamos identificar se estavam trocando o material", afirmou em entrevista à Agência Brasil

    Gilmara também disse que os suspeitos eram pessoas "acima de qualquer suspeita". Entre os detidos, há um funcionário de escola infantil, um diretor de bufê e um guarda civil municipal, além de um pai e um filho residentes na mesma casa.

    Os presos serão encaminhados para centros de Detenção Provisória de suas cidades.

    Mais:

    Mais de 80 são presos em ação contra a pedofilia em todo o Brasil
    Suécia pretende tratar problema de abuso sexual infantil com detecção de pornô automática
    Ex-médico da seleção de ginástica dos EUA é condenado a até 175 anos por abuso sexual
    Dois australianos são condenados por abuso e assassinato de mulher aborígene
    Pentágono divulga dados sobre abuso sexual no exército dos EUA
    'Era do abuso terminou': Hollywood expulsa Weinstein por escândalo de assédios
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar