10:55 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Multidão olhe para o local do acidente de 18 de janeiro de 2018, quando um motorista atropelou multidão na praia de Copacabana

    Temer se solidariza com vítimas de atropelamento e pede 'investigação rigorosa'

    © AP Photo / Silvia Izquierdo
    Brasil
    URL curta
    111

    O presidente Michel Temer usou sua conta do Twitter nesta sexta-feira (19) para lamentar o atropelamento ocorrido na praia de Copacabana na noite de quinta-feira (18) e prestou solidariedade às famílias das vítimas.

    Temer registrou ainda que espera "apuração rigorosa dos fatos".

    "Profundamente triste com a tragédia ocorrida ontem na praia de Copacabana. Minha solidariedade às famílias das vítimas, em especial os pais da pequena Maria Louise. Torço pela recuperação dos feridos e apuração rigorosa dos fatos", escreveu o presidente.

    Por volta das 20h30, um carro invadiu o calçadão de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, deixando um bebê de oito meses morto e 16 pessoas feridas. 

    De acordo com investigações preliminares, o motorista que dirigia o carro seria epilético e pode ter sofrido um ataque, perdendo o controle do veículo. Segundo o Departamento de Trânsito (Detran), Antonio de Almeida Anaquim estava com a habilitação suspensa desde maio de 2014.

     

     

     

    Mais:

    'Nunca mais quero botar os pés aqui', diz esposa de vítima da tragédia em Copacabana
    Homem que atropelou multidão e matou bebê em Copacabana tinha ocultado que tem epilepsia
    Investigação sobre atropelamento indica homicídio culposo, diz delegado
    Tags:
    acidente, acidente de carro, atropelamento, Copacabana
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik