01:52 25 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Febre amarela

    Morte de macacos fecha 26 parques em SP e preocupação com febre amarela está de volta

    © AFP 2018 / Joedson Alves
    Brasil
    URL curta
    0 10

    Em setembro, o Ministério da Saúde afirmou que o surto de febre amarela no Brasil estava controlado. Entretanto, nesta semana 26 parques florestais na cidade de São Paulo foram fechados após macacos serem encontrados mortos e a preocupação está de volta.

    Os macacos são as primeiras vítimas dos mosquitos transmissores do vírus, explica o infectologista Edimilson Migowski, diretor do Instituto Vital Brazil. Migowski diz que o fechamento de parques é importante para evitar a contaminação de possíveis vítimas humanas que podem estar sem vacinas e proteção adequada.

    O diretor do Instituto Vital Brazil considera a febre amarela como a de maior índice de letalidade dentre as doenças transmitidas pelo mosquito aedes aegypti:

    "Febre amarela é letal dentro dessas arboviroses que nós vivenciamos como dengue, zika e ckikungunya. Mas sem dúvida, febre amarela é a doença de maior gravidade. Temos algumas avaliações de que metade dos casos graves de febre amarela evoluem para óbitos."

    777 casos de febre amarela foram confirmados no Brasil entre dezembro de 2016 e agosto deste ano. No mesmo período, 261 morreram em decorrência do vírus, de acordo com o Ministério da Saúde. 36,7 milhões de doses da vacina foram enviadas para todo o país.

    Para Edimilson Migowski, entretanto, a vacinação demorou para começar:

    "Há um programa de imunização em curso no Brasil, especialmente em São Paulo, Minas Gerais, todo Brasil central, região amazônica. A vacinação está em curso nesses estados mas as campanhas deveriam ter sido iniciadas bem antes porque a vacinação nestas áreas vem sendo preconizada há muito tempo. Inclusive no Estado do Rio onde ela começou mais recentemente."

    O diretor de vigilância de doenças transmissíveis do Ministério da Saúde, João Paulo Toledo, disse que "a vacina está disponível para todos que moram ou viajam para as áreas com recomendação de vacinação" e que, em 2018, a vacina para febre amarela será incluída no calendário de vacinação para crianças a partir dos nove meses.

    Mais:

    Cientistas querem uma vacina para proteger leitores de notícias falsas
    Países começam a exigir vacina contra febre amarela para viajantes do Brasil
    Começa última etapa de testes da vacina contra dengue em humanos
    Depois de três anos, Organização Mundial de Saúde anuncia vacina eficaz contra o ebola
    Após 30 anos de pesquisas, Fiocruz anuncia fase final de vacina contra esquistossomose
    Tags:
    Instituto Vital Brazil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik