12:28 23 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Presidente do Brasil, Michel Temer, discursa em Brasília após arquivamento de denúncia contra ele por corrupção passiva

    Temer rechaça a venda da Embraer para a Boeing

    © AFP 2018 / Sergio Lima
    Brasil
    URL curta
    13202

    Informações divulgadas nesta quinta-feira (21) sobre negociações da venda do controle da Embraer para a empresa norte-americana Boeing pegaram o governo de surpresa, levando o presidente a convocar uma reunião com o ministro da Defesa e o comandante da Força Aérea, entre outros assistentes.

    O presidente Michel Temer descartou nesta quinta-feira (21) a venda do controle da Embraer para a norte-americana Boeing. Ele teria dito, em reunião com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, que apoia qualquer tipo de parceria, exceto as negociações que envolvam a venda do controle da empresa brasileira.

    "No meu governo a Embraer jamais será vendida", disse Temer, citado pelo jornal Folha de S.Paulo. 

    Uma publicação do Wall Street Journal divulgou nesta quinta-feira que estão em curso negociações abertas entre empresários dos Estados Unidos e a Embraer, pegando o governo brasileiro de surpresa e gerando uma forte alta das ações da empresa brasileira no mercado.

    Apesar de ser um acionista minoritário da Embraer, o governo brasileiro possui poder de veto para decisões estratégicas da corporação, incluindo a venda do controle da empresa.

    Mais:

    Wall Street Journal: Boeing tem negociações para comprar a Embraer
    Cargueiro da Embraer quase se envolve em tragédia no interior de São Paulo
    Força Aérea Portuguesa deve receber aviões KC-390 da Embraer até final de 2021
    Tags:
    venda, Wall Street Journal, Força Aérea, Boeing, Embraer, Michel Temer, EUA, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik