15:04 20 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Temer é convidado de Trump para jantar em Washigton que vai discutir crise na Venezuela

    Alta hospitalar de Temer é adiada

    Beto Barata/PR/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    811

    O presidente Michel Temer (PMDB) não irá deixar o hospital Sírio Libanês, em São Paulo, nesta quinta-feira (14), como previsto inicialmente.

    O peemedebista passou por um procedimento cirúrgico de desobstrução da uretra e tem uma "boa recuperação", segundo nota do Palácio do Planalto.

    Com o adiamento da alta, a agenda de Temer em Brasília será alterada. Ele iria participar da posse do novo ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (PMDB-MS), nesta quinta. A posse será adiada. 

    O presidente também pretendia encontrar-se com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e com o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), para discutir a agenda da reforma da Previdência.

    Mais:

    Temer diz que Brasil 'deixou recessão para trás'
    Aproveitei a minha impopularidade para aprovar reformas, diz Temer
    Temer e Morales deixam diferenças de lado em prol de acordos bilaterais
    Após chamar impeachment de golpe, Evo Morales chega a Brasília para encontro com Temer
    Menos de 1 a cada 10 brasileiros classifica governo Temer como ótimo ou bom
    Temer diz que fará o 'possível e o impossível' para aprovar a reforma da Previdência
    Janot: indicados por Temer, Dodge e Segóvia atuam para barrar apurações de Lava Jato
    Michel Temer recebe alta e deixa hospital
    Alto funcionário norte-coreano: ninguém exceto EUA precisa temer nossas armas nucleares
    Temer fará cirurgia cardíaca em São Paulo
    Tags:
    Rodrigo Maia, Eunício Oliveira, Michel Temer
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik