05:59 18 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Policial militar ao lado de uma mensagem de paz na comunidade da Rocinha, no Rio de Janeiro

    'Nova administração' anuncia mudanças na Rocinha

    © Foto : Fernando Frazão / Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    711

    Um dia após as tropas das Forças Armadas deixarem a Rocinha, faixas foram espalhadas na comunidade com um recado da "nova administração".

    "Deixamos claro que a comunidade sempre foi forçada a aceitar algumas coisas inclusive preços abusivos como: (gás, água, carvão e outros) pois 'a ordem era dada pelo Nem' hoje declaramos que isso não acontecerá mas, a partir de hoje o gás custa R$ 75,00 reais. OBS: a nova administração nunca se envolveu nesses abusos, pois não concordava com as taxas cobradas #acabou o esculacho #Jesus é o dono do lugar #paz na Rocinha"

    Segundo fontes na Polícia Civil ouvidas pelo G1, a faixa seria do grupo de traficantes ligados a Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157 — que disputa o controle da venda de drogas na Rocinha com Antônio Bonfim Lopes, conhecido como Nem.

    Antes de ser preso em 2011, Nem comandava o tráfico na comunidade da zona sul do Rio de Janeiro. Atualmente, ele está em um presídio federal de segurança máxima em Porto Velho, Rondônia.

    A Polícia Militar do Rio de Janeiro afirmou que 500 homens irão trabalhar no patrulhamento da Rocinha.

    Mais:

    Disque-denúncia oferece R$ 50 mil por informações sobre líder do tráfico na Rocinha
    Tiros, prisões, abusos e medo: ação com militares na Rocinha não tem prazo para terminar
    A violência na Rocinha em nove fotos
    Além da Rocinha, Rio de Janeiro registra outros 15 tiroteios nesta sexta
    Tags:
    PMERJ, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar