07:04 22 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Ministra Cármen Lúcia, presidente do STF, e Michel Temer, presidente do Brasil (arquivo)

    Ministros do STF decidem enviar nova denúncia contra Temer à Câmara

    Wilson Dias/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    1390

    A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou a favor do encaminhamento à Câmara dos Deputados da denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer por obstrução à justiça e organização criminosa.

    Na sessão realizada nesta quarta-feira no STF, sete ministros votaram contra um pedido realizado pela defesa de Temer para que o processo ficasse suspenso até a análise da validade das provas apresentadas durante a delação de executivos do grupo J&F, encaminhando, na prática, a denúncia para a Câmara. Apenas um, Gilmar Mendes, votou a favor do pedido da defesa de Temer, pelo retorno da denúncia à PGR.

    Após o voto de Gilmar Mendes, a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, suspendeu a sessão, deixando o restante dos votos para amanhã.

    Com essa decisão, os magistrados adiaram a análise das provas obtidas no processo contra o presidente, deixando isso para um segundo momento, após a tramitação na Câmara.

    Mais:

    Temer é acusado de cinismo após discurso na Assembleia Geral da ONU
    'É realismo fantástico em estado puro', diz Temer sobre denúncia
    Temer e Joesley são denunciados por obstrução e organização criminosa
    Tags:
    denúncia, J&F, STF, PGR, Gilmar Mendes, Michel Temer, Carmen Lúcia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik