12:37 18 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Caixas e malas com dinheiro foram encontradas pela Polícia Federal (PF) em um imóvel que seria, supostamente, utilizado por Geddel Vieira Lima

    Malas com dinheiro são encontradas pela PF em imóvel que seria usado por Geddel

    PF/Divulgação
    Brasil
    URL curta
    3641

    Caixas e malas com dinheiro foram encontradas nesta terça-feira pela Polícia Federal (PF) em um imóvel na Rua Barão de Loreto, no bairro da Graça em Salvador, "que seria, supostamente, utilizado por Geddel Vieira Lima como 'bunker' para armazenagem de dinheiro em espécie”.

    A polícia realizava uma operação para cumprir mandado de busca e apreensão, emitido pela 10ª Vara Federal de Brasília, informou Agência Brasil.

    De acordo com a PF, “os valores apreendidos serão transportados a um banco onde será contabilizado e depositado em conta judicial”.

    A operação, chamada de Tesouro Perdido, foi possível graças aos dados colhidos nas últimas fases da Operação Cui Bono. 

    A primeira fase da Operação Cui Bono teve início em janeiro deste ano. A investigação detectou um esquema de fraude na liberação de créditos da Caixa Econômica Federal no período entre 2011 e 2013. Entre março de 2011 e dezembro de 2013, a vice-presidência de Pessoa Jurídica da instituição era ocupada por Geddel Vieira Lima.

    O ex-ministro já cumpre prisão domiciliar na Bahia.

    A investigação da Operação Cui Bono é um desdobramento da Operação Catilinárias, deflagrada em dezembro de 2015, no âmbito da Operação Lava Jato.

    A PF divulgou no seu site uma fotografia da apreensão, que já está circulando no Twitter e virou motivo de piadas.

    Mais:

    Ex-ministro Geddel Vieira Lima é preso pela Polícia Federal
    Quer uma pechincha? Carros de luxo apreendidos pela Lava Jato começam a ser leiloados
    Orçamento de 2018: a Lava Jato será afetada?
    'Lava Jato - O Musical': combate à corrupção no Brasil vai virar comédia
    Conselho de Ética abre processo contra ministro Geddel
    Ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero diz que sofreu pressão de Geddel para liberar obras
    Tags:
    operação catilinárias, operação cui bono, Operação Lava Jato, Polícia Federal, Geddel Vieira Lima, Salvador, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik