01:00 04 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    72106
    Nos siga no

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, réu em seis ações penais, desafiou os seus rivais e a Justiça a provarem que ele tenha realmente cometido algum crime, e insinuou que o Partido dos Trabalhadores (PT) voltará a governar o Brasil.

    Em discurso durante um evento na cidade de São Paulo nesta sexta-feira, o ex-chefe de Estado reforçou o discurso de golpe e disse que tanto ele como o povo brasileiro são vítimas dos golpistas, que deveriam se desculpar por tudo que têm feito com o Brasil.

    "Se eles querem tentar evitar minha candidatura, ok. Mas não podem, para me prejudicar, prejudicar mais de 200 milhões de brasileiros", afirmou. 

    Atacando a imprensa e destacando conquistas do seu governo, como a atenção especial dada à parcela da população mais pobre, o petista, condenado em primeira instância, no mês passado, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, criticou duramente a atual administração federal, afirmando que a solução para o país passa necessariamente pela mudança de governo.

    "Não se preocupem comigo. A luta não é pelo Lula. O importante é salvar este país daqueles que querem um Brasil subordinado aos países ricos. O que eles não sabiam é que esse país tem um povo que não quer guerra com ninguém, mas que quer um país soberano, não republiqueta de banana", disse o político. "A solução para os problemas desse país vai acontecer quando tivermos de novo um governante com credibilidade".

    Por último, Lula provocou seus adversários falando em uma possível volta ao poder e afirmou que todos aqueles que hoje o acusam terão de se desculpar.

    "Quero que eles provem que tem um real roubado na minha vida. Se não, por favor, tenham a dignidade de pedir desculpas ao Brasil e ao PT."

     

    Apesar das inúmeras acusações contra ele, o ex-presidente segue como grande favorito para a eleição presidencial de 2018, a qual ainda nem sabe se vai poder disputar. Segundo pesquisa recente realizada pelo Vox Populi, Lula lidera as intenções de voto em todos os cenários, alcançando até 48% da preferência no primeiro turno e 53% no segundo.

    Mais:

    Moro põe Lula mais uma vez no banco dos réus por sítio de Atibaia
    PT organiza atos em capitais em defesa de Lula
    Lula tem R$ 9 milhões em aposentadoria bloqueados por Moro
    Corrida eleitoral 2018: Lula contra todos ou todos sem Lula?
    Tags:
    2018, eleição, Instituto Vox Populi, Lula, Luiz Inácio Lula da Silva, Brasil, São Paulo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar