05:33 24 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Eike Batista e Sérgio Cabral em 7 de abril de 2009, durante uma cerimônia em que o milionário doou R$ 10 milhões para a campanha olímpica brasileira

    Eike Batista prepara delação premiada com Lula, Mantega e Cabral, diz jornal

    © AP Photo/ Ricardo Moraes
    Brasil
    URL curta
    1565634

    O empresário Eike Batista está negociando um acordo de delação premiada para conseguir uma diminuição em sua pena. O possível acordo trará informações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega e o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB).

    As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

    Segundo a publicação, o empresário sempre mostrou interesse em colaborar com a justiça. Ele foi detido em janeiro e atualmente está em prisão domiciliar.

    As informações envolvendo Lula seriam de um suposto lobby feito pelo petista em favor de sua empresa. A ação não teria envolvido o pagamento de propina. Há, entretanto, a promessa de detalhes sobre um repasse de R$ 5 milhões para o marqueteiro João Santana, para saldar dívidas de campanha do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad.

    Já sobre Cabral, Eike deve falar sobre uma possível propina de US$ 16,5 milhões ao ex-governador.

    O depoimento do empresário na Justiça Federal no Rio foi adiado recentemente, um costume comum em casos de réus que negociam acordos de delação premiada.

    Mais:

    Depois de Eike, até onde vai a Lava Jato?
    Sérgio Cabral foi condenado a 14 anos de prisão
    PF desvenda fraude na saúde na gestão Cabral com desvio de R$ 300 milhões
    Cabral vai voltar para Bangu, decide Justiça do Rio de Janeiro
    MPF: Cabral era o 'cabeça' de esquema de corrupção com construtoras
    Tags:
    Lava Jato, João Santana, Fernando Haddad, Guido Mantega, Sérgio Cabral, Eike Batista, Lula
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik