03:57 17 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Michel Temer durante cerimônia de entrega de habitacionais em São Paulo

    Repercussão negativa faz Temer reavaliar e ida ao G20 é dada como certa

    Beto Barata/PR
    Brasil
    URL curta
    Michel Temer no encontro do G20 na Alemanha (13)
    1948
    Nos siga no

    O presidente da República, Michel Temer (PMDB), reviu a sua decisão de não comparecer ao G20, encontro que reúne as 20 maiores economias do mundo e que acontece entre os dias 7 e 8 de julho, em Hamburgo, na Alemanha, segundo a mídia brasileira nesta segunda-feira.

    Horas mais tarde, a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto confirmou que Temer embarcará para o encontro nesta quinta-feira.

    Mais cedo, de acordo com o G1 e com o jornal Folha de S. Paulo, assessores de Temer revelaram que houve uma série de conversas e avaliações, acerca da repercussão negativa que o anúncio da semana passada, que dizia que o presidente não iria ao G20, causou.

    O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, foi um dos nomes do governo federal que mais incentivou Temer a mudar de ideia e embarcar para a Alemanha.

    Já a Folha deu como certa a ida de Temer ao encontro do G20, a fim de demonstrar normalidade administrativa. O jornal informou que, em conversas reservadas, o peemedebista já tinha confirmado que irá ao encontro, evitando ser o primeiro presidente brasileiro a não comparecer à reunião desde 2010.

    Na semana passada, especulou-se que a decisão do presidente em não ir à Alemanha seria pela necessidade de permanecer no Brasil, a fim de garantir a aprovação da Reforma Trabalhista no Senado e acompanhar de perto as novas denúncias que são esperadas contra Temer, saídas das mãos do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

    Antes do anúncio do cancelamento da viagem, Temer teria outros compromissos na Alemanha além do G20. Um seria um almoço em Berlim com a primeira-ministra alemã, Angela Merkel. Outro seria a sua participação em uma reunião exclusiva de líderes do BRICS, já agendada entre os cinco países.

    Tema:
    Michel Temer no encontro do G20 na Alemanha (13)

    Mais:

    Mais pressão: Ministros de Temer são investigados por relação com a JBS
    Mulher pula cerca e tenta invadir residência oficial do presidente Temer
    Em dia de Greve Geral Temer diz que o Brasil não vai parar (VÍDEO)
    Tags:
    reforma trabalhista, diplomacia, política, corrupção, Cúpula do G20, G20, BRICS, Dyogo Oliveira, Michel Temer, Rodrigo Janot, Angela Merkel, Alemanha, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar