02:48 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Aécio Neves

    STF derruba pedido de prisão e Aécio volta ao Senado

    © flickr.com/ Senado Federal
    Brasil
    URL curta
    2904
    Nos siga no

    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, derrubou nesta sexta-feira (30) o afastamento de Aécio Neves (PSDB) e ele poderá retomar o seu mandato no Senado.

    Aécio Neves foi afastado do Senado em 17 de maio após a escandalosa delação dos executivos da JBS. 

    De acordo com Marco Aurélio Mello, não cabe ao STF afasta um parlamentar de seu mandato. 

    "Sejam quais forem as denúncias contra o senador mineiro, não cabe ao STF, por seu plenário e, muito menos, por ordem monocrática, afastar um parlamentar do exercício do mandato. Trata-se de perigosíssima criação jurisprudencial, que afeta de forma significativa o equilíbrio e a independência dos Três Poderes", escreveu o ministro em decisão. 

    "Mandato parlamentar é coisa séria e não se mexe, impunemente, em suas prerrogativas”, escreveu Mello.

    Após a delação da JBS, Aécio Neves chegou a ter um pedido de prisão feito pela Procuradoria Geral da República, que achava que o senador poderia atrapalhar as investigações. O ministro Edson Fachin, no entanto, negou o pedido, decidindo afastar Aécio de suas funções. 

    ​Aécio Neves é acusado por crimes de corrupção, obstrução da Justiça e lavagem de dinheiro. A procuradoria acusa o senador afastado de solicitar R$ 2 milhões a Joesley Batista em troca de favores. Ele também é investigado pelo suposto recebimento de mais de R$ 60 milhões em propina, por meio de notas fiscais frias da JBS.

    Mais:

    Rede corre contra o tempo para impedir arquivamento de representação contra Aécio Neves
    Presidente do Conselho de Ética arquiva pedido de cassação de Aécio por 'falta de provas'
    STF adia decisão sobre prisão do senador Aécio Neves
    Senado corta salário de Aécio Neves
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar