05:57 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Senador Randolfe Rodrigues, da Rede Sustentabilidade (arquivo)

    Rede corre contra o tempo para impedir arquivamento de representação contra Aécio Neves

    Jonas Pereira/Agência Senado
    Brasil
    URL curta
    234571

    O líder do partido Rede Sustentabilidade, senador Randolfe Rodrigues (AP), anunciou que vai recorrer da decisão do presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, João Alberto Souza (PMDB-MA), de arquivar a representação do Psol e da Rede contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), afastado do cargo por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

    "Considero inaceitável este arquivamento. Irei recorrer da decisão aos membros do Conselho", disse Randolfe Rodrigues. "Não há condições alguma do senador Aécio Neves não ter infringido o Código de Ética e Decoro Parlamentar".

    A Rede corre contra o tempo. De acordo com o senador João Alberto Souza, qualquer integrante do Conselho de Ética tem até dois dias úteis para recorrer da decisão ao plenário do órgão. Para protocolar o recurso, que já foi elaborado pelo senador Randolfe, é preciso reunir as assinaturas de cinco dos 15 membros titulares do Conselho. Até a sexta-feira, apenas o senador Lasier Martins (PSD-RS) havia manifestado o seu apoio. Mas, nesta segunda-feira, outros quatro seguiram o exemplo.

    Segundo Randolfe Rodrigues, a afirmação de falta de provas é descabida. Ele cita como elementos que incriminam Aécio Neves, e que foram entregues ao Conselho de Ética, a cópia da denúncia da Procuradoria-Geral da República e o termo de depoimento de um dos donos da JBS, o empresário Joesley Batista.

    Aécio Neves é acusado por crimes de corrupção, obstrução da Justiça e lavagem de dinheiro. A procuradoria acusa o senador afastado de solicitar R$ 2 milhões a Joesley Batista em troca de favores. Ele também é investigado pelo suposto recebimento de mais de R$ 60 milhões em propina, por meio de notas fiscais frias da JBS.

    A expectativa é a de que o recurso no Conselho de Ética do Senado seja protocolado amanhã.

    Mais:

    STF adia decisão sobre prisão do senador Aécio Neves
    Senado corta salário de Aécio Neves
    Líder do Conselho de Ética diz que senadores estão 'revoltados' com afastamento de Aécio
    Aécio é multado, denunciado pela PGR... mas continua recebendo salário e benefícios
    Ministro Marco Aurélio será o relator de inquérito contra Aécio Neves no STF
    Tags:
    PSOL, Rede Sustentabilidade, Rede, JBS, Conselho de Ética, Senado, Joesley Batista, Aécio Neves, Randolfe Rodrigues, João Alberto Souza, Brasília, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik