11:52 19 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    União da Ilha trouxe os inquices (o mesmo que orixás nos camdomblés de Angola e do Congo) para a avenida do samba

    Liga das Escolas de Samba do Rio suspende desfiles em 2018

    © Sputnik/ Gabriel Nascimento
    Brasil
    URL curta
    74163

    Com a decisão do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, de cortar em 50% o orçamento das Escolas de Samba cariocas, a Liga Independente das Escolas de Samba do RJ confirmou há pouco que suspenderá o tradicional desfile na Sapucaí em 2018.

    Falcão, uma das instalações da Portela, 27 de fevereiro de 2017
    © Sputnik/ GABRIEL NASCIMENTO
    As agremiações cariocas receberam pouco mais de R$24 milhões neste ano para ajudar na produção do espetáculo de carnaval. A Prefeitura alega, porém, que o corte de 50% na verba vai ser destinada à melhora da alimentação e do material escolar de crianças matriculadas na rede municipal de ensino.

    As Escolas, porém, alegam que a redução do repasse vai inviabilizar o carnaval. Na nota, a Liesa pede uma reunião de emergência com a equipe de Crivella "com o objetivo de encontrar uma solução para o problema, dada a gravidade dos fatos". Veja o texto na íntegra.

    Desde o início do mandato, Marcelo Crivella adotou uma postura mais contida em relação ao carnaval da cidade. Em fevereiro, o prefeito, que é evangélico, quebrou uma tradição de 33 anos ao faltar à entrega das chaves da cidade ao Rei Momo, símbolo da folia. Mandou no lugar a secretária municipal de Cultura, Nilcemar Nogueira e alegou que a cerimônia não tinha hora marcada, motivo pelo qual não teria incluído o evento na agenda.

    No início de junho, o prefeito afastou a possibilidade de cancelamento da festa e garantiu a verba de R$2 milhões repassados pela Riotur à cada escola afiliada à Liesa.

    Mais:

    Acadêmicos do Tatuapé é eleita a vencedora do carnaval de São Paulo
    Os carros alegóricos mais deslumbrantes do Carnaval 2017
    Show do samba: melhores momentos do domingo de carnaval na Sapucaí
    Carnaval 2017: 'Mais gente gritando Fora Temer que beijando na boca' (VÍDEOS)
    Tags:
    Carnaval, Riotur, Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro, Prefeitura do Rio de Janeiro, Liga das Escolas de Samba, Nilcemar Nogueira, Marcelo Crivella, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik