18:26 21 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Sérgio Cabral Filho

    Sérgio Cabral foi condenado a 14 anos de prisão

    Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    739560

    O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi condenado a 14 anos e dois meses de prisão em regime fechado por corrupção e lavagem de dinheiro. A condenação foi do juiz Sérgio Moro, no âmbito da operação Lava Jato.

    Segundo o Estadão, o político foi acusado por propina de pelo menos R$2,7 milhões da empreiteira Andrade Gutierrez, entre 2007 e 2011, em transações envolvendo as obras no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, da Petrobras.

    A esposa de Cabral, Adriana Ancelmo, foi absolvida por falta de provas. Moro condenou também o ex-secretário do governo, Wilson Carlos Cordeiro da Silva Carvalho a 10 anos e 8 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

    A decisão foi publicada nesta terça-feira no sistema da Justiça Federal.

    "Os atos de corrupção e lavagem reconhecidos na presente sentença inserem-se em um contexto maior de prática sistemática de infrações penais pelo ex-governador e seus associados e que é ilustrado pelas cerca de nove ações penais contra eles já propostas na Justiça Federal do Rio de Janeiro e igualmente encontra prova neste mesmo feito no sentido de que era cobrado um percentual de vantagem indevida em toda obra pública realizada no Estado do Rio de Janeiro”, escreveu Sérgio Moro na sentença.

    Facebook

    Procure a página Sputnik Brasil no Facebook e descubra as notícias mais importantes. Curta e compartilhe com seus amigos. Ajude-nos a contar sobre o que os outros se calam!

    Mais:

    Cabral vai voltar para Bangu, decide Justiça do Rio de Janeiro
    MPF: Cabral era o 'cabeça' de esquema de corrupção com construtoras
    Justiça determina prisão preventiva da mulher de Sérgio Cabral
    Polícia Federal indicia Sérgio Cabral e outros 15 acusados de corrupção
    Tags:
    lavagem de dinheiro, Operação Lava Jato, corrupção, Andrade Gutierrez, Petrobras, Sérgio Cabral Filho, Sérgio Moro, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik