03:35 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Henrique Eduardo Alves durante uma Sessão extraordinária da Câmara dos Deputados

    Ex-ministro Henrique Eduardo Alves é preso por envolvimento na Lava Jato

    © Foto/ Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    460
    Nos siga no

    O ex-ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, foi preso nesta terça-feira (6) no âmbito da Lava Jato. O ex-deputado Eduardo Cunha, pode receber mais um mandato de prisão preventiva, informa o portal G1.

    A assim chamada operação Manus, que faz parte da Lava Jato, investiga a corrupção e lavagem de dinheiro na construção da Arena das Dunas, cujo sobrepreço atinge R$ 77 milhões.

    De acordo com o G1, por enquanto são cumpridos 33 mandatos, inclusive seis de condução coercitiva e 22 de busca e apreensão no Rio Grande do Norte e no Paraná.

    Provas da Lava Jato demonstram que os dois membros do PMDB receberam propina de duas construtoras grandes em troca de benefícios para as empresas de construção.

    Ex-Presidente Lula
    Ricardo Stuckert/Instituto Lula
    A Polícia Federal indica que propinas foram pagas através de doações oficiais entre 2012 e 2014, sublinhando que um dos investigados pela Lava Jato tirou proveito pessoal do montante alegadamente dado para a campanha de 2014.

    Os deputados serão processados por corrupção ativa e passiva, bem como lavagem de dinheiro.

    O nome da operação se refere ao provérbio latino "Manus Manum Fricat, Et Manus Manus Lavat", que quer dizer uma mão lava a outra.

    Henrique Eduardo Alves é um dos tópicos mais discutidos no Twitter.

    Mais:

    Congresso do PT: 'Já provei minha inocência', diz Lula sobre a Lava Jato (FOTOS)
    Opinião: ‘Lava Jato reforçou a visão de que todos os políticos são corruptos’
    Tags:
    lavagem de dinheiro, Operação Lava Jato, Polícia Federal - PF, Henrique Eduardo Alves, Eduardo Cunha, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar