16:09 17 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    350
    Nos siga no

    Cinco adolescentes foram queimados vivos e outros dois foram espancados até a morte com barras de ferro na rebelião que aconteceu sábado (3) no Centro Socioeducativo Lar do Garoto Padre Otávio Santos, em Lagoa Seca, região metropolitana de Campina Grande, Paraíba. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

    O incêndio aconteceu em uma das celas da instituição que abriga jovens infratores, informaram os delegados Ellen Maria e Antônio Lopes, da Central de Polícia de Campina Grande.

    As autoridades suspeitam que quatro internos, maiores de 18 anos, são os responsáveis pela rebelião e pelos assassinatos e que os crimes aconteceram por rixas internas. Outros 11 internos fugiram durante a rebelião; até o momento apenas um deles foi capturado.

    O vice-diretor da unidade, Francisco Souza, afirmou que o local tinha capacidade para 44 internos, mas abrigava 220.

    Mais:

    Rebelião em prisão no México deixa 45 feridos
    Mais mortos em nova rebelião em presídio do RS
    Rebelião, incêndio e fuga em massa em penitenciária de Bauru, São Paulo
    Ninguém a salvo: Rebelião em presídio no Rio Grande Norte fere até diretor da unidade
    Rebelião em presídio de Natal deixa pelo menos 10 mortos
    Mais uma rebelião em uma cadeia de Manaus causa mortes
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar