16:00 25 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    514
    Nos siga no

    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin decidiu neste sábado que a análise da petição de defesa do Michel Temer, que solicita a suspensão do inquérito contra o presidente, será realizada no plenário do Supremo.

    O julgamento da Corte está marcado para a quarta-feira, dia 24 de março.

    Na mesma decisão, Fachin decidiu enviar para perícia da Polícia Federal (PF) o áudio, no qual o dono da empresa JBS, Joesley Batista, gravou uma conversa com o presidente Michel Temer. A perícia foi solicitada pela defesa de Temer.

    Mais cedo, o presidente anunciou ter entrado com recurso, pedindo a suspensão do processo para a realização de uma perícia no áudio da conversa gravada entre ele e Joesley Batista.

    Mais:

    Temer: 'Gravação clandestina foi adulterada com interesses subterrâneos'
    Áudio de Temer foi editado e defesa do presidente reage: 'Gravíssimo'
    Jornal que revelou áudio pede a renúncia de Michel Temer
    Opinião: Rodrigo Maia poderá assumir a presidência, no caso do impeachment de Temer
    Estrelas preveem 'Fora Temer' no Brasil
    Tags:
    Supremo Tribunal Federal (STF), JBS, Michel Temer, Luiz Edson Fachin, Joesley Batista, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar