12:41 24 Maio 2017
Ouvir Rádio
    Michel Temer

    Áudio de Temer foi editado e defesa do presidente reage: 'Gravíssimo'

    Lula Marques/AGPT
    Brasil
    URL curta
    Michel Temer e o silêncio de Eduardo Cunha (43)
    43192194

    A gravação envolvendo o presidente Michel Temer (PMDB) e o empresário Joesley Batista, dono da JBS, sofreu mais de 50 edições, de acordo com perícia contratada pelo jornal Folha de S. Paulo.

    De acordo com a publicação, o laudo pericial foi assinado por Ricardo Caires dos Santos, perito judicial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) aponta que houve manipulação da gravação.

    “É como um documento impresso que tem uma rasura ou uma parte adulterada. O conjunto pode até fazer sentido, mas ele seria facilmente rejeitado como prova”, avaliou Santos à Folha. A Procuradoria-Geral da República (PGR) rebateu a avaliação e defendeu a gravação como uma “conversa coerente”.

    Amigo pessoal de Temer, o advogado criminalista Antônio Cláudio Mariz de Oliveira disse ter conhecimento de que o áudio contém edições e que trata-se de um fato “gravíssimo”. “É uma indignidade o que estão fazendo contra o presidente da República e contra o Brasil”, disse ao jornal O Estado de S. Paulo.

    Mariz foi chamado por Temer para ajudar na defesa que o presidente fará junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), no inquérito que avalia a sua conduta no caso. A estratégia principal deve ser desqualificar o dono da JBS, usando também a tese da edição da gravação.

    O relator da Operação da Lava Jato no STF, ministro Edson Fachin, já declarou que os áudios apresentados por Batista em sua delação premiada não possuem irregularidades, por isso foram homologados junto com o restante do material apresentado pelo empresário.

    Twitter

    Siga Sputnik Brasil no Twitter e fique por dentro das notícias mundiais do momento.

    Tema:
    Michel Temer e o silêncio de Eduardo Cunha (43)

    Mais:

    Estrelas preveem 'Fora Temer' no Brasil
    Para senador Capiberibe, não vai passar a semana que vem com Temer na presidência
    Joesley pagou R$ 100 mil a Temer durante um ano
    Tags:
    delação premiada, áudio, Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, Michel Temer, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik