12:28 24 Maio 2017
Ouvir Rádio
    Presidente Temer durante pronunciamento oficial, 18 de maio de 2017

    'Ele estava tranquilo porque estava com a sua consciência tranquila'

    Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    Michel Temer e o silêncio de Eduardo Cunha (43)
    964918

    A Sputnik falou com um deputado do PSD, um dos primeiros que se encontrou com Temer na manhã de quinta-feira (18), viu a reação do presidente e soube de seus planos.

    Na manhã de quinta-feira (18) o presidente Michel Temer reuniu-se com correligionários, com parlamentares e conversou com eles sobre a sua permanência ou não no governo, na ocasião ainda não se sabia qual seria a posição pública do presidente da República em relação à sua decisão. Um desses parlamentares com quem o presidente conversou falou com a Rádio Sputnik, é o senador Sérgio Petecão do PSD do estado do Acre.

    Comentando o encontro com o presidente, Sérgio Petecão destacou que foi o próprio Temer a tocar no assunto dos últimos acontecimentos:

    "E lá na conversa, lógico, abordamos esse assunto e quem abordou foi o próprio presidente Temer, porque o assunto que eu fui tratar com ele foi assunto muito diferente. Mas ele fez questão de abordar, ele disse que estava chocado com a denúncia da imprensa e que ao mesmo tempo estava tranquilo, porque estava com a sua consciência tranquila".

    Segundo o senador, Michel Temer admitiu que teria falado com empresário da JBS e que queria fazer um pronunciamento em rede social, logo que tiver o acesso.

    A ideia de renunciar "não passava pela cabeça" do presidente, afirma Petecão, citando próprio Temer.

    "Não, ele não pediu a nossa opinião, ele disse que estava tranquilo, estava seguro e que não passava pela cabeça dele hipótese alguma de qualquer tipo de renúncia ou de afastamento de cargo. E deixou transparecer foi uma segurança muito forte da parte dele", destaca o senador.

    Ao mesmo tempo, o presidente não mencionou e não diz nada sobre o julgamento pelo qual ele terá que passar.

    Como disse à Sputnik o senador do estado do Acre, o objetivo do encontro com o presidente era outro, ele queria discutir os assuntos que interessavam a sua bancada, que eram uma questão de sobrevivência para o Acre. No entanto, como comunicou Petecão, o presidente não atendeu suas solicitações.

    Telegram

    Siga Sputnik Brasil no Telegram. Todas as notícias mundiais do momento em um só canal. Não perca!

    Tema:
    Michel Temer e o silêncio de Eduardo Cunha (43)

    Mais:

    Janot pede que Temer seja investigado por corrupção e obstrução da Lava Jato
    Suposto indicado por Temer para tratar de propina com JBS chega ao Brasil sob protestos
    STF libera áudio de conversa entre Michel Temer e Joesley Batista
    Tags:
    renuncia, presidente, JBS, Joesley Batista, Michel Temer, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik