03:05 20 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    João Alberto Souza, presidente do Conselho de Ética do Senado Federal do Brasil

    Conselho de Ética do Senado: ainda não temos comprovação dos fatos narrados sobre Temer

    Roque de Sá/Agência Senado
    Brasil
    URL curta
    Michel Temer e o silêncio de Eduardo Cunha (69)
    835133

    O presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA), disse hoje em entrevista à Sputnik Brasil que a situação em Brasília está muito complicada após a grave notícia divulgada ontem sobre o presidente da República, Michel Temer. No entanto, ele destacou que ainda é preciso comprovarem os fatos narrados.

    Na última quarta-feira, o jornal O Globo publicou uma matéria revelando que o chefe de Estado foi denunciado em uma delação premiada do dono da empresa JBS, Joesley Batista, que afirmou ter gravado Temer autorizando e incentivando a doação de uma mesada ao ex-deputado Eduardo Cunha para que ele continuasse em silêncio na cadeia, para onde foi depois de ser condenado no âmbito da operação Lava Jato por corrupção.

    "Nós não temos nada comprovado", afirmou João Alberto Souza. "Qual a veracidade dos áudios? Quais os fatos comprovados? Primeiro, tem que haver isso, para só então a gente formatar uma opinião", acrescentou.

    Ainda de acordo com Souza, não houve nenhuma convocação da liderança do PMDB no Senado para os parlamentares discutirem a questão.

    Tema:
    Michel Temer e o silêncio de Eduardo Cunha (69)

    Mais:

    Delatores afirmam ter gravado Temer comprando silêncio de Eduardo Cunha
    Rede protocola dois pedidos de impeachment contra Temer na Câmara
    Opinião: Gravação deixa Temer em situação difícil e base já ensaia pedir a sua renúncia
    Tags:
    O Globo, JBS, PMDB, Michel Temer, João Alberto Souza, Eduardo Cunha, Joesley Batista, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik