06:22 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Senador Aécio Neves fala à imprensa, no Palácio do Planalto, após encontro com o presidente Michel Temer.

    Aécio admite que pediu 'ajuda' a Joesley Batista

    © Foto: Valter Caampanato/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    Michel Temer e o silêncio de Eduardo Cunha (69)
    1581

    Logo após do áudio que comprometia Aécio Neves (PSDB) chegar à imprensa, o senador mineiro admitiu ao líder tucano do Senado, Paulo Bauer que pediu ajuda ao controlador da JBS, Joesley Batista. De acordo com o Estadão, a cúpula do partido se reuniu para ouvir por viva-voz a confissão de Aécio logo após o Parlamentar deixar o Senado às pressas.

    "Ele nos disse que tinha um relacionamento de contato frequente com Joesley Batista. Então, Aécio disse claramente que foi ao Batista consultá-lo sobre o interesse dele na compra de um imóvel, que pertence à mãe do Aécio. Ele não nega a conversa nem a intenção da conversa, de pedir uma ajuda ao Batista, sobre essa questão de viabilizar condições para pagar advogados", afirmou o líder do PSDB no Senado ao Estadão.

    Ainda de acordo com a reportagem do jornal, Bauer diz que o colega de partido não deixou claro se tinha pedido um empréstimo ou uma "ajuda" sem contrapartida. A bancada tucana está reunida agora em Brasília para alinhar a estratégia diante do afastamento do mandato de Aécio e do pedido de prisão feito pela Procuradoria Geral da República contra ele.

    Advogados do tucano também estão na capital preparando a linha de defesa do mineiro. Mais cedo, Alberto Zacharias Toron, responsável pela defesa de Aécio, declarou à Rádio Band News que o senador está "indignado" com as acusações.

    "O que me parece é que da noite para o dia, ele já é afastado do Senado, ele já é declarado culpado de algo que precisa de apuração", declarou Toron

    O PSDB ainda não sabe se vai expulsar o senador da legenda.

    Facebook

    Procure a página Sputnik Brasil no Facebook e descubra as notícias mais importantes. Curta e compartilhe com seus amigos. Ajude-nos a contar sobre o que os outros se calam!

    Tema:
    Michel Temer e o silêncio de Eduardo Cunha (69)

    Mais:

    Entre amigos: FHC defende Aécio Neves após sétima citação na delação da Lava Jato
    Primo de Aécio Neves também é preso em Minas
    Tags:
    Band News, Estadão, Procuradoria Geral da República, Senado Federal, PSDB, Alberto Zacharias Tolon, Joesley Batista, Aécio Neves, Brasília
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik