13:52 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Um agente da Polícia Federal espera no Rio de Janeiro

    Polícia Federal inicia operação contra Aécio Neves

    © REUTERS/ Ueslei Marcelino
    Brasil
    URL curta
    Michel Temer e o silêncio de Eduardo Cunha (69)
    27222

    Segundo comunicou a Exame, a operação visa os citados na delação divulgada pelo empresário Joesley Batista, o dono da JBS.

    O relator da  Lava Jato no STF determinou o afastamento do chefe do PSDB Aécio Neves e do deputado Rodrigo Rocha Loures, do PMDB.

    A PF iniciou na quinta (18) uma operação contra pessoas que possam ter ligações com o presidente do PSDB, Aécio Neves, comunica a Exame.

    A investigação foi iniciada após a delação de Joesley Batista, que é dono da JBS.

    O dono da JBS gravou o presidente brasileiro Michel Temer dando aval para comprar o silêncio do deputado Eduardo Cunha.

    ​A PF está realizando uma operação de busca nos apartamentos de três suspeitos: Aécio Neves, a sua irmã Andrea Neves e o assessor mais próximo de Cunha, Altair Alves Pinto.

    Também foram realizadas buscas no Congresso, no final das quais um procurador da República foi preso.

    A operação policial se iniciou após que o dono da JBS Joesley Batista divulgou uma gravação em que Aécio Neves pediu a ele 2 milhões de reais.

    Entretanto, o porta-voz de Aécio Neves afirmou que o senador "está absolutamente tranquilo quanto à correção de todos os seus atos", comunica o G1.

    Twitter

    Siga Sputnik Brasil no Twitter e fique por dentro das notícias mundiais do momento.

    Tema:
    Michel Temer e o silêncio de Eduardo Cunha (69)

    Mais:

    Entre amigos: FHC defende Aécio Neves após sétima citação na delação da Lava Jato
    Opinião: Gravação deixa Temer em situação difícil e base já ensaia pedir a sua renúncia
    Tags:
    gravação, laços, operação, busca, senador, investigação, Operação Lava Jato, Polícia Federal, Aécio Neves, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik