13:38 06 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    11315
    Nos siga no

    O Rio de Janeiro voltou a ser sacudido por um crime hediondo de estupro coletivo de adolescente, um ano após um caso parecido na Zona Oeste da cidade. Dessa vez, o crime ocorreu na Baixada Fluminense, com uma menina de apenas 12 anos.

    Como no caso anterior, a nova vítima, estuprada por quatro jovens ainda não identificados, teve sua imagem divulgada na internet através de um vídeo de um minuto, no qual aparece gritando enquanto é atacada. 

    Tornado público na última sexta-feira, 5, quando a tia da criança apresentou uma denúncia, o evento teria ocorrido no último domingo, durante uma festa em uma comunidade cujo nome não foi divulgado, para preservar a vítima. 

    De acordo com a polícia, a gravação compartilhada nas redes sociais deixa clara a violência cometida contra a menina, a qual, segundo sua tia, tentou esconder o ocorrido da família e chegou a pensar em fugir de casa, com medo de represálias.

    O caso está sendo investigado Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav), que iniciou neste sábado uma busca pelo local onde foi cometido o crime e, principalmente pelos autores, que poderão responder tanto pelo estupro quanto pelo registro e divulgação das imagens. A suspeita é a de que eles estejam ligados ao tráfico de drogas na região.

    Em maio de 2016, cerca de 30 homens estupraram uma adolescente de 16 anos em uma comunidade da Praça Seca, na Zona Oeste do Rio, e publicaram vídeos do ato na internet, mostrando a menina desacordada enquanto era violentada. A jovem foi incluída em um programa de proteção do governo, e apenas dois envolvidos foram condenados até o momento. 

    PIAUÍ

    No Nordeste do Brasil, no estado do Piauí, outro caso de estupro coletivo causou forte comoção na última semana. Uma grávida de seis meses, com apenas 15 anos de idade, foi abusada por três menores, enquanto seu namorado, de 19 anos, foi degolado. Os suspeitos, de 16 e 13 anos, assumiram a responsabilidade pelos crimes, ocorridos na madrugada da quarta-feira, 3, em Uruçuí, e afirmaram também ter feito vídeos do assassinato. Esse caso está sendo investigado pela Polícia Civil do Piauí.

    Mais:

    Ex-ministra de Dilma é condenada por criticar apologia ao estupro
    Envolvidos em estupro coletivo no Rio são condenados a 15 anos de prisão
    Estupro coletivo transmitido ao vivo pelo Facebook leva à prisão de 3 homens na Suécia
    Polícia indiana prende suspeitos de estupro coletivo de americana
    Testemunha de caso de estupro é encontrado morto na Colômbia
    Mulher denuncia estupro à polícia dos Emirados Árabes e é presa por 'sexo extraconjugal'
    Tags:
    machismo, violência contra mulheres, estupro coletivo, abuso, violência sexual, estupradores, estupro, Piauí, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar