14:20 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    João Doria Júnior toma posse como prefeito da cidade de São Paulo

    Greve Geral: Prefeito de SP diz que paralisação reúne 'vagabundos' e 'preguiçosos'

    André Bueno/ CMSP
    Brasil
    URL curta
    46323
    Nos siga no

    O prefeito de São Paulo João Doria chamou de “preguiçosos” e “vagabundos” os manifestantes que foram às ruas nesta sexta-feira para participar da greve geral que atinge o país. Defensor do empresariado, ele criticou durante o movimento convocado por centrais sindicais e organismos de esquerda.

    “Eu acordo cedo e trabalho, eu não sou grevista. Quem dorme é preguiçoso, que acorda tarde. Eu não sou Jaiminho. Eles estão tentando bloquear e nós estamos desbloqueando a Polícia Militar, a Guarda Civil Metropolitana para evitar bloqueios de ruas e avenidas”, afirmou Doria pela manhã, em entrevista à rádio Jovem Pan.

    A afirmação foi uma alfinetada em um grupo que planejava bloquear o trânsito próximo à casa do prefeito em São Paulo, porém Doria adiantou-se e conseguiu chegar ao prédio da prefeitura, no centro de São Paulo.

    O prefeito ainda chamou de “peleguistas” aqueles que protestam contra as reformas da Previdência e a Trabalhista. Na opinião dele, quem mais perdeu com o movimento foi “a população que trabalha e acorda cedo, a população honesta, que é decente”. Sobrou não só para os sindicalistas, mas também para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

    “Eu não quero generalizar, mas uma parte considerável destes que promove a greve estão há 10, 20, 30 anos fazendo política partidária, ideológica, e em benefício pessoal. Eles inclusive enriqueceram, com imóvel de luxo, às custas do trabalhador e aquele que é obrigatório à pagar a contribuição sindical. Para gerar emprego, não tem. Para gerar greve, pneus, transporte, lanchinho e facilidade. Uma vergonha”.

    E concluiu assim o seu raciocínio:

    “Acordem mais cedo, vagabundos. Sinceramente acordem mais cedo”, pontuou.

    Mais:

    Greve Geral: O que está em jogo com a paralisação de 28 de abril?
    Para CUT-RJ, nível da adesão popular é o destaque da greve geral
    No calor da greve: 'Venham negociar, senão a coisa vai esquentar'
    Dia da greve geral: MTST bloqueia estrada na capital federal
    Tags:
    reforma trabalhista, reforma da previdência, greve geral, greve, Lula, João Doria, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar