00:37 20 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Produtos de Carne

    Estados produtores querem participar de ações do governo no exterior após Carne Fraca

    © Sputnik / Elizabeth Azarova
    Brasil
    URL curta
    A batalha da 'carne fraca' (31)
    2 0 0

    Representantes dos governos de estados que são grandes produtores de carne no país se reuniram nesta segunda-feira (3) com o presidente Michel Temer para discutir as medidas tomadas pelo governo após a Operação Carne Fraca, da Polícia Federal.

    Estiveram presentes ao encontro com Temer os governadores Beto Richa, do Paraná, e Marconi Perillo, de Goiás, além do vice-governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, e os senadores Ana Amélia (PP-RS), Dalírio Beber (PSDB-SC), Paulo Bauer (PSDB-SC) e Dário Berger (PMDB-SC).

    No encontro, os governadores, vice-governadores e senadores criticaram a participação de fundos de pensão como acionistas de empresas do setor de carnes processadas.

    De acordo com o vice-governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, os estados produtores e que comercializam a carne querem a aprovação de um projeto de lei que está em tramitação no Congresso Nacional que regulamenta a participação de pensão nessas empresas.

    Após a reunião, Eduardo Pinho Moreira disse que é preciso que sejam acionistas dessas companhias grupos que realmente entendam do processo produtivo e do mercado de carnes e reduzir assim a influência política.

    "O governo foi rápido, foi ágil. Nós viemos colocar os estados de Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul para sermos parceiros e sermos convocados para ações dentro do Brasil e fora dele, para que nós possamos avançar na normalização o mais rápido possível. Também falamos com o presidente que essas empresas têm forte participação nos fundos de pensão e isso às vezes politiza um pouco a direção dessas empresas. É fundamental que quem dirige empresas do setor sejam pessoas do ramo."

    Moreira deu como exemplo, a BRF, que é dona da Sadia e da Perdigão e tem como acionistas os fundos Previ e Petros.

    Durante a ação da Polícia Federal, 21 frigoríficos apresentaram irregularidades na fiscalização dos estabelecimentos e dos produtos. Por causa do escândalo da carne, vários países interromperam as importações da carne brasileira e as autoridades estão realizando uma grande ação para tentar reverter os bloqueios e recuperar a credibilidade da carne no país e no exterior. Grandes importadores da carne brasileira como China, Coreia do Sul e Hong Kong já suspenderam as restrições e retomaram a compra dos produtos brasileiros.

     

    Tema:
    A batalha da 'carne fraca' (31)
    Tags:
    influência política, produtores, operação carne fraca, fundos de pensão, exportação, Ministério da Agricultura do Brasil, Ministério das Relações Exteriores, Eduardo Pinho Moreira, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik