03:40 21 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    A convite das comissões do Senado, ministro Blairo Maggi defendeu qualidade da carne brasileira

    Ministro diz que mercado de exportações de carne está parado e imagem do país arranhada

    Geraldo Magela/Agência Senado
    Brasil
    URL curta
    A batalha da 'carne fraca' (31)
    2338252

    O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, disse durante audiência no Senado sobre a Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, que o mercado de exportações de carne brasileiro está paralisado após a ação.

    Na reunião conjunta das Comissões de Agricultura (CRA) e de Assuntos Econômicos (CAE), Blairo, afirmou que a operação Carne Fraca arranhou a imagem do país. 

    Segundo o ministro da Agricultura, o Brasil tem US$ 70 mil de carne pronta para exportação, e a mercadoria que já chegou aos países compradores onde já há o embargo, a carne ainda não foi descarregada.

    "A imagem do Brasil ficou arranhada, está abalada. É um sentimento que tem na população brasileira e obviamente tem fora daqui. Os prejuízos que nós vamos ter, eles serão muito grandes. A média de embarque diário de carnes tem sido numa média útil de US$ 63 milhões por dia, era assim, na terça-feira (21), nós tivemos US$ 74 mil embarcados para o exterior. Vocês vejam o tamanho da pancada que nós recebemos."

    Blairo Maggi também criticou a forma como a Operação da Polícia Federal foi realizada. Para o ministro da Agricultura a divulgação da ação jogou fora anos de construção de credibilidade do país nacional e internacionalmente.  "Da forma em que ela foi conduzida e foi apresentada a população brasileira é que eu digo que fomos pegos de surpresa. Anos, anos e anos trabalhando para chegar numa credibilidade nacional e mundial, e as coisas na narrativa  do que foi feito nos trouxe esse problema."

    O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, também participou da audiência e ressaltou que o Brasil é o maior exportador mundial de carnes bovinas e de frango e o segundo maior país produtor dessas carnes, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Já em relação a carne suína, o país é o quarto maior exportador e o quarto maior produtor mundial.

    Marcos Pereira informou que as exportações brasileiras de carnes somaram 6,3 milhões de toneladas, totalizando US$ 13,5 bilhões, o equivalente a 7,3% das exportações totais do Brasil em 2016, que foram de US$ 185 bilhões.

    No entanto, o ministro  Marcos Pereira falou com preocupação que por causa da Operação Carne Fraca pelo menos 15 países importadores de carne brasileira já anunciaram algum tipo de restrição sobre continuar comprando o produto. Em 2016, as carnes nacionais foram vendidas para 165 países, entre os maiores compradores estão os Estados Unidos, a China, Hong Kong e Arábia Saudita.

    "Os mercados que recentemente anunciaram alguma restrição as carnes brasileiras: a União Europeia, China, Hong Kong, Japão, Egito, Chile, México, Argélia, Suíça, Jamaica e Trinidad Tobago, somaram aquisições de US$ 7 bilhões em 2016, portanto, 51% das exportações brasileiras no período."

    Durante a audiência, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR)  questionou o ministro  Blairo Maggi se ele nunca suspeitou do esquema de corrupção  no ministério da Agricultura e destacou o possível envolvimento do ministro da Justiça, Osmar Serraglio com alguns dos investigados na Operação Carne Fraca. Gleisi Hoffmann indagou a Blairo Maggi, porque ele ainda permanece no governo diante das acusações. 

    Por sua vez Blairo Maggi se recusou a responder a senadora, afirmando que não se meteria em briga política entre os dois, já que Serraglio e Gleisi são do mesmo estado. O ministro da Agricultura, ressaltou que a Polícia Federal está investigando e que ele não ia se pronunciar em relação a um colega ministro. "Eu nem vou responder. Vocês são todos do mesmo estado, vocês tem as brigas políticas de vocês. Eu não vou entrar nessa questão.Tem investigação da Polícia Federal, deixa a Polícia fazer. Eu não posso vir aqui falar de um colega ministro, eu não vou fazer isso."

    Blairo Maggi ainda pediu ajuda do Senado para reverter a situção no cenário internacional para que o Brasil possa manter os 7% do mercado mundial de alimentos. "É um choque muito grande que esse setor não merecia sofrer. O grande trabalho que nós temos daqui para frente é de recuperar, de reorganizar as nossas forças, de correr atrás, viajar o mundo, tentar explicar o que aconteceu aqui, que foi desvio de algumas pessoas e não do sistema e não de uma indústria forte que nós temos."

    Tema:
    A batalha da 'carne fraca' (31)
    Tags:
    operação carne fraca, prejuízos, imagem, exportação, Comissão Assuntos Econômicos (CAE), Comissão Agricultura (CRA), Ministério da Agricultura do Brasil, Polícia Federal - PF, Senado Federal, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Marcos Pereira, Blairo Maggi, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik