19:45 26 Março 2017
Ouvir Rádio
    Carcaças de carne no frigorífico

    Brasil ameaça retaliar Chile se país fechar mercado às carnes brasileiras

    © Sputnik/ Ruslan Krivobok
    Brasil
    URL curta
    A batalha da 'carne fraca' (24)
    6023942010

    O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, afirmou nesta segunda-feira (20) que o Brasil pode adotar uma "reação forte" se o Chile bloquear totalmente a importação de carnes.

    “Se for preciso adotar uma reação mais forte, faremos isto, sem qualquer dúvida”, afirmou o ministro ao comentar a decisão do Chile de cortar temporariamente a importação de carnes brasileiras. 

    De acordo com Maggi, é compreensível que o país sul-americano suspenda as importações dos frigoríficos envolvidos no escândalo de corrupção envolvendo indústrias de carnes brasileiras, mas que país responderá se o Chile bloquear totalmente a importação de carnes brasileiras.  

    Ele observou que conta com o apoio do presidente brasileiro, Michel Temer, para tomas as medidas necessárias. 

    Outros países como China, Coreia do Sul e a União Europeia anunciaram a suspensão da importação de carne brasileira

    A ação batizada de Operação Carne Fraca, contra a venda ilegal de carnes teve como alvos principais as grandes empresas JBS e BRF Brasil, que são acusadas de pagamento de propina para a liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos. A BRF Brasil, controla marcas como Sadia e Perdigão. Já a JBS, é a detentora de marcas, como Friboi, Seara e Swift. 

    Tema:
    A batalha da 'carne fraca' (24)

    Mais:

    A vaca foi para o brejo: países suspendem importações de carne do Brasil
    Carne Fraca: Veterinário diz que substância para preservar carne não produz câncer
    Tags:
    importação, ameaça, retaliação, frigoríficos, operação carne fraca, Blairo Maggi, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik

    Todos os comentários

    • eoliver900
      sera que vai ameaçar o estados unidos,uniao europeia,e china?
      já somos quase 14 milhões de desempregados,agora vai dobrar os numeros.
      o pais ta jogado as tralhas,afundado na lama da corrupção
      sera que só o chile vai pagar o pato,quero dizer a carne.
    • avatar
      NILTON ZAGO
      Alguns anos atrás, quanto o país começou a fabricar remédios genéricos, apareceram acusações de todo tipo de remédios falsos, feitos com farinha. Um pequeno parque industrial foi totalmente destruído, técnicos altamente capacitados perderam empregos., Agora, continuamos comprando remédios caros produzidos pelas multinacionais, e elas continuam tendo lucros fabulosos, sem se importar com o ser humano. A indústria da carne norte americana entrou em colapso com a crise de 2008, simplesmente não dá lucro, é subsidiada em sua criação confinada; algumas empresas brasileiras se instalaram lá e adquiriram algumas marcas locais. A Europa alimentava suas vacas com farinha podre animal, injetava hormônios para o crescimento e químicos nos animais, criando em confinamento que torturava os animais; assim ,criou 'a vaca louca, tendo de incinerar grande parte do seu rebanho louco. Já tentaram acusar o Brasil de fazer linguiça com carne de cavalo. Agora, com apoio de funcionários públicos corruptos, parasitas, incompetentes tentam mais uma vez destruir um setor importante para a economia do país. É o jogo sujo pós verdade. Querem que o país volte aos anos 50 e 60, quando os frigoríficos ingleses e norte-americanos dominavam o mercado brasileiro.
    • Wellington Alves
      Além da carne, fraco é esse governo golpista.
    • avatar
      lugenio
      Ninguem e obrigado a compra carne estragada essa demagogica ameaça nao passa de desespero desse desgoverno corrupto e ilegitimo corrupto e temeroso nao passa de ameaça vazia pois temer teme tudo.........
    Mostrar comentários novos (0)