14:11 10 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Natalia Cappetti, de 42 anos

    Turista argentina é baleada no Rio e está em estado grave

    Reprodução
    Brasil
    URL curta
    802

    A turista argentina Natalia Capetti, de 42 anos, baleada na tarde de segunda-feira (27), no bairro de Santa Tereza, no centro do Rio de Janeiro ao entrar por engano em um dos acessos ao Morro dos Prazeres está em estado grave no Hospital Souza Aguiar.

    De acordo com a Polícia, Natalia seguia de carro acompanhada do marido e de um casal de espanhóis, em direção ao Morro do Corcovado para visitar o Cristo Redentor, um dos principais pontos turísticos da cidade.

    Ao se guiaram pelo aplicativo Google Maps, os turistas erraram o caminho e entraram no Morro dos Prazeres, onde o veículo foi recebido a tiros por traficantes.

    A Polícia aguarda a melhora da turista argentina para tomar seu depoimento
    Reprodução/Facebook
    A Polícia aguarda a melhora da turista argentina para tomar seu depoimento
     

    Apenas a turista argentina foi atingida. Eles foram socorridos em seguida por policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora da comunidade e levado para o Hospital. A Polícia fez buscas aos traficantes na região, mas nenhum suspeito foi localizado. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, Natalia foi baleada na perna e na barriga. Ela foi submetida a uma cirurgia e seu estado é grave, inspira cuidados, mas está estável.

    Natalia, o marido e um casal de amigos espanhois passeavam pelo Rio de Janeiro quando foram atacados
    Reprodução/Facebook
    Natalia, o marido e um casal de amigos espanhois passeavam pelo Rio de Janeiro quando foram atacados

    A Polícia aguarda a melhora no estado de saúde da turista para possa prestar depoimento e seguir com as investigações para localizar os responsáveis.

    Este não é o primeiro caso ocorrido no Morro dos Prazeres. Em dezembro do ano passado, o turista italiano Roberto Bardella, de 52 anos tomou um tiro na cabeça e foi morto na mesma favela. Roberto estava acompanhado do primo, também italiano, Rino Polato, de 59 anos, que não foi ferido. Os primos viajavam de motos pela América do Sul e de passagem pelo Rio de Janeiro, também tentavam chegar ao Cristo Redentor, quando erraram o caminho e entraram por engano no Morro dos Prazeres sendo atacados por traficantes. 

    Tags:
    traficantes, ataque, turistas, baleada, Natalia Capetti, Argentina, Morro dos Prazeres, Santa Teresa, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik