03:14 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Pedido de licença para a cirurgia se deu após as declarações de Yunes

    Após ser envolvido em denúncia, ministro Padilha tira licença médica

    Marcelo Camargo/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    814
    Nos siga no

    O Ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha entrou com licença médica para ser submetido a uma cirurgia de próstata.

    O afastamento temporário de Padilha, se dá em meio às declarações do empresário, ex-assessor da presidência e amigo do presidente Michel Temer, José Yunes de que teria sido usado por Eliseu Padilha para receber em 2014 um envelope das mãos do doleiro Lúcio Bolonha Funaro, ligado a Eduardo Cunha.

    No pacote teria a quantia de R$ 1 milhão em caixa dois que seria destinado a campanhas do partido PMDB.

    Em delação premiada, o ex-executivo da Odebrecht, Cláudio Melo Filho já tinha afirmado que em 2014 o ministro Eliseu Padilha foi o destinatário de R$ 4 milhões de propinas da empreiteira para políticos do PMDB, e um dos endereços de entrega do dinheiro era o escritório de Yunes.

    A cirurgia de Padilha está prevista para acontecer no fim de semana, em Porto Alegre.

    Tags:
    licença, Operação Lava Jato, propina, delações, Casa Civil, Odebrecht, Cláudio Melo Filho, José Yunes, Eliseu Padilha, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar