19:48 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Osmar Serraglio durante reunião da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara em 13 de julho de 2016

    Michel Temer indica Osmar Serraglio para o Ministério da Justiça

    José Cruz/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    427525

    O presidente da República, Michel Temer, optou pelo deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) para ocupar o cargo de ministro da Justiça, que está vago desde a saída de Alexandre de Moraes, que deixou a pasta para assumir uma cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF).

    Alexandre de Moraes, ministro da Justiça
    Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
    Embora a escolha ainda não tenha sido confirmada oficialmente, aliados do chefe de Estado em Brasília teriam garantido a jornalistas que o nome do parlamentar já estaria certo. A expectativa, como destacou a agência Reuters, é a de que o anúncio seja feito até o final do dia. 

    Natural de Erechim, no Rio Grande do Sul, Serraglio se formou em direito e trabalhou durante muitos anos no Paraná, estado pelo qual vem sendo eleito desde 1998. Ficou conhecido no país inteiro ao se tornar relator da CPMI dos Correios, que tratou do escândalo do mensalão no primeiro governo de Luiz Inácio Lula da Silva, e, mais recentemente, ao presidir a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, com apoio do seu aliado e então presidente da Casa Eduardo Cunha.

    Mais:

    Temer diz que novo ministro da Justiça será uma escolha pessoal
    Após aprovação no Senado, oposição exige isenção de Alexandre de Moraes no STF
    Deputado diz que Ministro da Justiça não pode permanecer no cargo e deve pedir demissão
    Tags:
    Luiz Inácio Lula da Silva, Osmar Serraglio, Eduardo Cunha, Brasil, Paraná, Brasília, Rio Grande do Sul, Erechim
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik