21:27 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Negão fica sempre na porta da loja de conveniência dando atenção aos clientes

    Após adoção, cão 'frentista' vira atração em posto de gasolina de São Paulo

    Sabrina Plannerer/Arquivo Pessoal
    Brasil
    URL curta
    10151
    Nos siga no

    Depois de ser abandonado, um cão chamado "Negão" vem se tornando atração em um posto de gasolina, em Mogi das Cruzes, no interior de São Paulo. Sempre carinhoso, além de ganhar uma vaga no coração e na família dos novos donos, Negão se tornou "funcionário" do estabelecimento, fazendo a alegria de clientes e das crianças, que frequentam o local.

    Em entrevista a Sputnik, a dona do cachorro, a empresária Sabrina Plannerer contou que o animal foi adotado por sua família após ele ser deixado no local onde seria instalado o posto de gasolina. A empresária explicou que um segurança que cuidava do espaço apenas alimentava o cão, sem dar a ele as condições necessárias e quando a família adquiriu o espaço, o vigia não queria mais ficar com ele.

    "Na verdade quem nos encontrou foi o Negão. Quando adquirimos o ponto há dois anos ele já morava aqui. Ele tinha uns sete anos. O lugar era um posto inativo e tinha um vigia que cuidava dele, que dava mais ou menos a atenção necessária. Nós perguntamos se ele queria cuidar do animal, mas ele não quis, disse que nós deveríamos resolver o que fazer com o cachorro. Daí, óbvio que resolvemos adotá-lo sem dúvida nenhuma, porque ele é um cachorro maravilhoso e eu não ia ter coragem de dar as costas para ele."

    O cão está sempre ao redor dos clientes, muitos vão ao estabelecimento só para brincar com o animal
    Sabrina Plannerer/Arquivo Pessoal
    O cão está sempre ao redor dos clientes, muitos vão ao estabelecimento só para brincar com o animal

    Negão imediatamente se tornou membro da família. Foi levado para o veterinário, ganhou casa e ração. Sabrina Plannerer conta que Negão começou a fazer sucesso entre os clientes logo após a inauguração do posto de gasolina. Por ter um porte grande, a empresária disse que para não assustar os clientes e dar mais segurança ao animal, ele foi logo "contratado" efetivamente, ganhando crachá de identificação e uniforme virando uma atração no estabelecimento.

    "Depois de seis meses inauguramos o posto e daí surgiram alguns medos na gente, um deles era pela segurança do Negão, porque o local era fechado e nós abrimos para o público. Ficamos como medo dele acabar fugindo, atravessar a rua, é uma avenida muito movimentada e outra questão era de algum cliente ter medo dele também, porque ele é bem grandão. Surgiu então a ideia de uniformizá-lo, colocamos logo de início crachá e roupas nele, para as pessoas entenderem que ele é do posto, é bem cuidado, é nosso amigo."

    Negão ganhou um lar e amigos no posto de gasolina
    Sabrina Plannerer/Arquivo Pessoal
    Negão ganhou um lar e amigos no posto de gasolina

    A iniciativa deu certo, ninguém tem medo do Negão, que recebe os clientes com muito carinho. Sabrina ressalta que a convivência com os clientes é maravilhosa e hoje em dia muitas pessoas só aparecem no posto por causa do animal.

    "Tem cliente que só vem aqui para vê-lo. Não faz muito tempo que uma senhora veio com uma sacola cheia de brinquedos para ele, que ama ele. Todo mundo gosta, não incomoda ninguém, super atencioso com todos. Só dá carinho."

    Negão atua quase como um relações públicas do posto de gasolina com os clientes, e procura sempre se posicionar na porta da loja de conveniência, onde distrai os frequentadores que param no local para um lanche. "Na loja de conveniência ele não entra por conta das normas, mas ele fica sempre na porta. Do lado de fora tem umas mesas e todo mundo que senta ali, ele já vai e dá uma cheiradinha para pedir um carinho ou algum petisco também", destacou Sabrina.

    Sabrina espera incentivar outros estabelecimentos a adotar animais
    Sabrina Plannerer/Arquivo Pessoal
    Sabrina espera incentivar outros estabelecimentos a adotar animais

    A ação da empresária e de seus pais acabou por chamar a atenção sobre a importância para a adoção consciente de animais no país. Sabrina espera que a adoção do Negão sirva de exemplo para que outros estabelecimentos também tenham animais de estimação convivendo em harmonia com seus clientes. "Todo mundo que vinha aqui conhecia ele, mas não tinha essa divulgação que está acontecendo agora, que repercutiu do nada. Na verdade foi ótimo, porque alcança muitas pessoas e vai influenciar estabelecimentos a fazerem o mesmo. Eu sei que tem muitos outros postos que também adotam, mas tem que ser uma adoção consciente, tem que dar todo o suporte que o animal precisa. É muito bom, é bom para os funcionários. Como aqui o funcionamento é 24 horas, ele faz companhia para o pessoal da madrugada. Ele nunca está sozinho. É bom para todo mundo." 

     

     

    Tags:
    frentista, posto de gasolina, adoção, cão, defesa dos animais, animais, Sabrina Plannerer, Negão, Mogi das Cruzes, São Paulo, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar