05:56 19 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Fumaça no presídio em RN

    Polícia invade presídio do Rio Grande do Norte

    © Foto : Reprodução/G1
    Brasil
    URL curta
    Caos instalado: A crise no sistema penitenciário brasileiro (19)
    344

    Batalhão de Choque vai tentar criar "cordão de isolamento humano" entre presidiários de facções criminosas rivais até a construção de uma parede física entre os grupos do PCC e do Sindicato do Rio Grande do Norte.

    O Batalhão de Choque e do Batalhão de Operações Especiais invadiu a Penitenciária de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte para tentar retomar o controle da unidade.

    Em entrevista à GloboNews, o governador do estado, Robinson Faria, afirmou que pretende construir "uma parede física" para tentar separar as facções do Primeiro Comando da Capital (PCC) do Sindicato do Rio Grande do Norte.

    A Polícia Militar vai permanecer dentro da penitenciária criando um "cordão de isolamento humano" até que a parede seja construída. No último final de semana, 26 pessoas morreram em uma rebelião. Agora, a PM diz que os presos estão "armados e se matando".

    Ainda não há informações sobre as vítimas de hoje no presídio.

    Tema:
    Caos instalado: A crise no sistema penitenciário brasileiro (19)

    Mais:

    Rebelião em presídio de Natal deixa pelo menos 10 mortos
    Diretor de presídio é afastado acusado de receber propina de facção no Amazonas
    Secretário de Temer sobre massacre em presídio: 'Tinha era que matar mais'
    Tags:
    Penitenciária de Alcaçuz, Batalhão de Operações Especiais, Sindicato do Rio Grande do Norte, Primeiro Comando da Capital, Polícia Militar, Robinson Faria, Rio Grande do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar