00:32 25 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Sérgio Cabral

    Cabral vai voltar para Bangu, decide Justiça do Rio de Janeiro

    Bruno Itan/GERJ
    Brasil
    URL curta
    221

    Ex-governador tinha sido levado para Curitiba depois de denúncias de regalias durante o período em Bangu 8.

    Depois de ser mandado para Curitiba por receber regalias no presídio em que estava, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) vai voltar para Bangu 8.

    A decisão é do desembargador Abel Gomes, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, que determinou o retorno do ex-governador ao Rio seja imediato à pedido da defesa. O desembargador entendeu que a volta do ex-governador ao Rio não vai prejudicar a investigação sobre supostos privilégios que ele teria enquanto estava preso na cidade.

    "Nem mesmo o fato de o paciente estar respondendo a processo penal também na Justiça Federal do Paraná, seria motivo para que ele lá permaneça, pois também está respondendo a processo aqui na Justiça Federal do Rio de Janeiro, e esta é a cidade de seu domicílio e de sua família, a qual, nos termos da legislação, prevalece para sua custódia", escreveu Abel.

    Segundo denúncia do promotor, Cabral estaria recebendo visitas não-cadastradas na Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap). Ele também teria acesso ao banho de sol durante toda a tarde, ao contrário de outros presos de Bangu 8 que só podem passar uma hora diária no pátio.

    O Ministério Público Federal ainda não se manifestou sobre a decisão. Cabral foi preso durante a operação Calicute, que investiga desvios em obras durante o governo dele à frente do estado do Rio de Janeiro.

    Mais:

    Justiça determina prisão preventiva da mulher de Sérgio Cabral
    'Testa de ferro' de Cabral tem prisão prorrogada
    Lideranças do PMDB defendem Cabral
    Tags:
    Bangu 8, Operação Calicute, Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap), Justiça Federal, Tribunal Regional Federal da Segunda Região (TRF2), Abel Gomes, Sérgio Cabral, Paraná, Rio de Janeiro, Curitiba
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik