00:20 23 Maio 2017
Ouvir Rádio
    Base brasileira na Antártida.

    Começam as obras de reconstrução de estação brasileira na Antártida

    Divulgação / Proantar / Marinha do Brasil
    Brasil
    URL curta
    452650

    Construção será modulada e está sendo produzida na China antes de ser levado para as geleiras.

    Quatro anos depois do incêndio que destruiu a antiga base do Brasil na Antártida — na ocasião, dois oficiais da Marinha morreram —, um novo módulo começou a ser construído por uma equipe chinesa.

    Gerente, tradutor, dois engenheiros e oito técnicos e operadores desembarcaram desembarcaram na enseada Martel, na ilha do Rei George, na ponta da península Antártica e iniciou a construção do alojamento chinês e do píer que receberá os módulos construídos na China. Nesta quinta-feira, 15, o navio cargueiro Yong Sheng, chegou de Xangai trazendo os primeiros equipamentos, materiais e outros 53 novos funcionários.

    A nova Estação Antártica Comandante Ferraz será um edifício de 4,5 mil m² de alta tecnologia e está sendo produzida na China pela CEIEC. A montagem está prevista para o início do próximo verão na região, única época do ano em que o clima permite o trabalho, e deve estar pronta em março de 2018.

    A CEIEC venceu uma concorrência internacional para a construção da base. O custo da construção é de aproximadamente US$100 mi (aproximadamente R$344 mi). 


    Mais:

    Antártida se racha de dentro para fora, causando catástrofes, cientistas avisam
    NASA descobre fenda de cem quilômetros na Antártida
    Aquecimento global provoca crateras na Antártida
    Tags:
    Yong Sheng, Estação Antártica Comandante Ferraz, Marinha do Brasil, CEIEC Corporation, Enseada Martel, Ilha do Rei George, Xangai, Antártida, China, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik