19:37 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Michel Temer

    Pedido de impeachment de Temer é protocolado na Câmara

    Lula Marques/AGPT
    Brasil
    URL curta
    42303
    Nos siga no

    O PSOL protocolou nesta segunda-feira (28) o pedido de impeachment contra o presidente Michel Temer, acusando-o de exercer tráfico de influência no escândalo deflagrado pela renúncia do ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero.

    Após a denúncia de Calero de que o ex-ministro  Geddel Vieira e Michel Temer o teriam pressionado para autorizar uma obra que favorecia um interesse pessoal do ex-ministro da Secretária do Governo, a polêmica tomou uma proporção muito grande e aumentou a pressão sobre o presidente. Em sinal de tentar estancar a crise, Geddel resolveu renunciar ao cargo

    "O interesse privado do ministro Geddel em um apartamento de luxo virou um problema da cúpula do governo", disse o líder do PSOL na Câmara, Ivan Valente, ao comentar que o presidente foi "condescendente" ao não demitir o ex-ministro da Secretária do Governo.

    A acusação diz que tanto Geddel Vieira quanto Michel Temer praticaram crimes de tráfico de influência e advocacia administrativa.

    “Espero que a Câmara abra o processo de impeachment. O presidente da Câmara tem que levar esse caso a sério. A possibilidade de a insatisfação popular crescer é grande”, acrescentou Valente.  

    ​Agora, o pedido precisa ser aceito pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), aliado do presidente, que, por sua vez, já declarou não ver no caso motivo para o impedimento de Temer.

    No caso do pedido ser aceito, é preciso que ao menos dois terços dos deputados apoiem o impeachment para que o processo seja instalado. 

    Mais:

    PSOL vai pedir impeachment de Temer após polêmica com Geddel
    Deputado da Rede: ‘Votamos contra o impeachment porque somos contra Temer’
    Cristovam Buarque pensa que Temer agiu bem ao explicar à ONU o impeachment
    Tags:
    renúncia, escândalo, polêmica, crime de responsabilidade, tráfico de influência, pedido, impeachment, Câmara dos Deputados, PMDB, PT, PSOL, Ivan Valente, Rodrigo Maia, Geddel Vieira Lima, Marcelo Calero, Michel Temer, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar