16:13 20 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Anthony Garotinho, ex-governador do Rio de Janeiro

    TSE concede habeas corpus a Anthony Garotinho

    Inacio Teixeira/ Coperphoto
    Brasil
    URL curta
    614503

    O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta quinta-feira, 24, por 6 votos a 1, revogar a prisão do ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho, que se encontra em prisão domiciliar. Para ser solto, ele deverá pagar uma fiança de R$ 88 mil.

    Garotinho foi preso na semana passada por decisão da Justiça Eleitoral de Campos dos Goytacazes, cidade onde era secretário de Governo da prefeita Rosinha Garotinho, sua esposa. Lá, ele foi acusado de praticar compra de votos através de um programa de assistências municipal, o Cheque Cidadão.

    Apesar da concessão do habeas corpus, o político terá que seguir uma série de restrições impostas pelo TSE. Com isso, ele ficará proibido de entrar em contato com testemunhas do processo, de mudar de endereço, se ausentar de sua residência por mais de três dias sem permissão dos juízes e de ir a Campos dos Goytacazes.

    Garotinho foi preso no último dia 16, mas passou mal logo em seguida, sendo levado às pressas para o hospital. Depois de passar por uma cirurgia no coração, na última sexta-feira, a ministra do TSE Luciana Lóssio autorizou sua prisão domiciliar.

    Mais:

    Rosinha promete denunciar juiz e delegado se algo acontecer a Garotinho
    Ex-Governador do Rio, Anthony Garotinho é preso pela PF no Rio
    Tags:
    Cheque Cidadão, TSE, Luciana Lóssio, Rosinha Matheus, Anthony Garotinho, Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik