09:08 21 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    181
    Nos siga no

    Começou nesta quarta-feira (23) a assinatura dos acordos de delação premiada por parte dos executivos da empresa Odebrecht, investigada na Operação Lava Jato.

    Os detalhes do acordo, feito com o Ministério Público Federal (MPF), não serão divulgados e os termos serão mantidos em sigilo. 

    A expectativa é de que o processo de delação de crimes de políticos dure mais de um mês, tendo em vista que são mais de 70 executivos a serem ouvidos individualmente pelo MPF. 

    Preso desde junho, o ex-presidente da empreiteira, Marcelo Odebrecht, condenado pelo juiz Sérgio Moro a 19 anos e quatro meses de prisão por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa, fechou um acordo de delação premiada para ter uma pena de dez anos e mais um em regime fechado. 

    A expectativa é de que a delação da Odebrecht seja a de maior impacto nas investigações da Operação Lava Jato, pois planilhas encontradas pela Polícia Federal envolvem mais de 200 políticos de 24 partidos diferentes. 

    Mais:

    Para jurista, caso da Odebrecht revela corrupção induzida pelo Estado no Brasil
    Odebrecht afirma ter pago caixa dois a Serra através de conta na Suíça
    Ministro do STF determina desbloqueio de contas de Marcelo Odebrecht
    Odebrecht: Senadores divergem se denúncias de caixa 2 para Temer modificam impeachment
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar