10:44 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    O presidente do Comitê Olímpico da Irlanda e membro do Comitê Olímpico Internacional (COI), Patrick Joseph Hickey.

    Presidente do Comitê Olímpico da Irlanda é autorizado a deixar o Brasil

    © AFP 2019 / JACK GUEZ
    Brasil
    URL curta
    102
    Nos siga no

    Patrick Hickey, ex-presidente do Comitê Olímpico irlandês, preso durante os Jogos do Rio por suspeita de envolvimento na venda ilegal de ingressos, foi autorizado nesta quarta-feira, pela Justiça do Rio de Janeiro, a deixar o Brasil, sob fiança de 1,5 milhão de reais.

    Hickey, que fazia parte da cúpula do Comitê Olímpico Internacional (COI), foi detido em 17 de agosto, em um hotel da cidade-sede das Olimpíadas. Ele teve sua prisão revogada duas semanas depois, mas teve que permanecer no país. Hoje, a juíza Juliana Leal de Melo, do Juizado Especial do Torcedor e dos Grandes Eventos, determinou a devolução do seu passaporte. Ele voltará à Europa por razões de saúde, mas terá que continuar cooperando com as autoridades cariocas.

    "Acolho o requerimento do Ministério Público e convolo as medidas cautelares anteriormente fixadas em fiança no valor de R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais), bem como na assunção do compromisso de contribuir com a justiça, se fazendo presente em todos os chamados do processo. Assim, certificado o pagamento da fiança, ora fixada, bem como prestado o compromisso de cooperação com a justiça pelo réu, autorizo a liberação do passaporte do mesmo, bem como que o réu deixe o país para tratar de sua saúde", diz a nota divulgada no site do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro.

    Mais:

    Polícia quer ouvir presidente do COI sobre venda ilegal de ingressos na Rio 2016
    STJ liberta irlandês preso por falsificação de ingressos nos Jogos Olímpicos
    Irlandeses depõem sobre venda ilegal de ingressos na Rio 2016
    Tags:
    ingressos, Jogos Olímpicos, Comitê Olímpico da Irlanda, COI, Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro, Juizado Especial do Torcedor e dos Grandes Eventos, Juliana Leal de Melo, Patrick Hickey, Irlanda, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar