17:17 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente Michel Temer durante reunião Ministerial do Cone Sul sobre Segurança nas Fronteiras

    Países do Cone Sul discutem segurança nas fronteiras

    Beto Barata/PR
    Brasil
    URL curta
    101
    Nos siga no

    Autoridades dos países do Cone Sul estão reunidas nesta quarta-feira (16), em Brasília para discutir a segurança nas fronteiras. O encontro visa debater formas de combate a crimes, como o tráfico internacional ilegal de pessoas, armas e de drogas, além de coibir o contrabando.

    Além do Brasil, participam da reunião autoridades de outros cinco países que integram o bloco: Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai.

    De acordo com o Subsecretário de Assuntos de Políticas Multilaterais para Europa e América do Norte, Embaixador Fernando Simas Magalhães, essa reunião é uma iniciativa inédita que visa melhorar  a cooperação entre os países do Cone Sul.

    "Se nós pudermos atuar de uma maneira mais integrada e melhor coordenada com os nossos amigos nos países vizinhos, trazendo para uma instância de segmento os elementos de inteligência e de investigação, e de atuação no campo, portanto, operacional propriamente dito, eu acho que nós vamos poder ver resultados muito rapidamente."

    O Embaixador informou ainda que a expectativa do encontro é que saiam propostas de medidas concretas, além da assinatura de uma declaração conjunta e também deve ser criado um grupo de trabalho envolvendo as Forças Armadas, investigação policial, combate ao tráfico e cooperação jurídica internacional para fazer um diagnóstico de fronteira e tratar de cada compromisso assumido neste encontro. "Buscar melhores resultados para conter o crime que atravessa as fronteiras e que hoje é uma fonte de preocupação para todos os brasileiros, para toda nossa cidadania."

    O presidente Michel Temer discursou na abertura da reunião dos países do Cone Sul (Brasil, Argentina, Chile, Paraguai, Bolívia e Uruguai) nesta quarta-feira e destacou a importância da elaboração de um plano estratégico de segurança transnacional, para que haja um trabalho integrado entre os países do bloco e assim garantir a proteção nas fronteiras.

    "Para que de mãos dadas possam todos trabalhar para garantir aos nossos povos prosperidade, tranquilidade. Não é uma tarefa fácil, mas eu tenho a absoluta convicção de que com as autoridades brasileiras que aqui se encontram no dia de hoje os senhores instrumentos, documentos que poderão fazer muito habilmente e com muita competência  esta proteção, que todos os nossos povos esperam."

    No final do mês passado os chefes dos três poderes brasileiros já tinham se reunido no Palácio do Itamaraty, para discutir um pacto nacional para a segurança pública, na busca por soluções aos problemas deste setor. Na ocasião, o presidente Michel Temer, alertou que  embora a segurança pública seja um tema de competência dos estados, era preciso que as autoridades dos Três Poderes unissem esforços para discutir a questão da segurança no país. Temer ressaltou que também seriam marcadas reuniões entre governadores e secretários de segurança para dar continuidade às discussões do problema. 

    Tags:
    contrabando, tráfico de pessoas, tráfico de armas, Tráfico Internacional de Drogas, combate, reunião, Cone Sul, Fernando Simas Magalhães, Michel Temer, Brasília, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar