13:54 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Presidente Michel Temer

    Temer: Teto de Gastos significa Governo 'cortar na própria carne'

    Antonio Cruz/ Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    16465312

    O Presidente Michel Temer aproveitou a Cerimônia de Migração de 240 rádios AM para a faixa FM nesta segunda-feira (7) e destacou em discurso no Palácio do Planalto a uma plateia formada por empresários, a importância da aprovação da PEC que limita os gastos Públicos. Segundo Temer, a PEC significa para o governo 'cortar na própria carne'.

    Enfatizando a boa relação entre Governo e o Congresso para a aprovação da PEC 55,  Michel Temer afirmou que a medida pode até trazer inicialmente uma certa impopularidade, mas o Governo está querendo garantir o 'Brasil de amanhã', como, por exemplo, a necessidade de assegurar a aposentadoria para aqueles que estão entrando no mercado de trabalho.

    "Da importância dessa relação do Executivo com o Congresso Nacional na Proposta de Emenda Constitucional fixadora do teto de gastos públicos, que significa cortar na própria carne, porque convenhamos, qual é o governante que não quer gastar o máximo possível? Porque gastar o máximo possível pode gerar popularidade. E restringir o gasto pode gerar, inicialmente, uma impopularidade, mas nós não pensamos apenas no Brasil de hoje, nós pensamos no Brasil de amanhã. No Brasil onde os jovens que no futuro se aposentarão possam bater às portas do governo e receber as suas pensões, que os 12 milhões de desempregados possam ir às empresas, mobilizadas pela comunicação, e receber seu emprego. Estamos trabalhando de uma maneira que, na verdade, vai nos auxiliar muitíssimo nos próximos tempos."

    Temer ainda falou sobre a importância da liberdade da imprensa, no debate de ideias favoráveis ou não ao governo. Durante o discurso, o presidente pediu a ajuda das emissoras de rádio em divulgar as ações do governo federal, especialmente na definição de teto para os gastos públicos e as parcerias para obras de infraestrutura.

    Em uma menção ao filme francês 'Se todos os homens do Mundo', onde radioamadores ajudam a evitar a morte da tripulação de um navio que estava naufragando, Temer chamou os empresários para auxiliar na missão de evitar que o Brasil afunde. "Eu tenho absoluta convicção de que com este ano de hoje  e com as medidas que os senhores tomarão ao longo do tempo, ainda que promovendo debates, porque muitas vezes não se quer que a rádio emissora  simplesmente patrocine, apadrinhe a tese tal ou qual, mas nós queremos é divulgar essas teses. Se houver debates, a favor ou contra, tanto faz. O que importa é levar ao conhecimento de todos o que se está fazendo pelo Brasil. Muito tempo atrás eu vi um filme francês 'Si Tous les Gars du Monde'  (Se Todos os Homens do Mundo), que trata de um tema muito singelo, um navio que começou a afundar e um radioamador capta uma mensagem, e ele se comunica com radioamadores do mundo todo. Vejam o que significa a rádio, estou falando na sua expressão mais singela. Este ato de hoje em que o senhores vão se comunicar já não por rádio amador, mas por rádio FM, vão se comunicar com o povo todo, vão ajudar o Brasil a impedir que ele naufrague."

    A PEC 55, que limita os gastos públicos por um período de 20 anos, já foi aprovada pela Câmara e está agora tramitando no Senado, onde ainda será votada em dois turnos.


    Tags:
    naufrague, emissoras, pec55, reforma da previdência, radioamador, rádio, empresários, desemprego, aprovação, Senado, Michel Temer, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik