05:45 22 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes

    Governo prevê para novembro início do Plano Nacional de Segurança contra criminalidade

    Isaac Amorim/ MJC
    Brasil
    URL curta
    1029

    O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes anunciou que nesta quarta-feira (19) vai acertar os detalhes finais para a implementação do Plano Nacional de Segurança, que vai combater a criminalidade no país, especialmente homicídios e o tráfico de armas e drogas.

    De acordo com Alexandre de Moraes, o programa mapeou a ocorrência dos principais crimes nas 27 capitais brasileiras, para poder montar as ações de combate. Os dados reunidos pelos dois núcleos criados pelo governo, formados por secretários de Segurança Estaduais e membros do Ministério Público vão ser analisados em uma reunião nesta quarta-feira (19) e a previsão do ministro é a de que o Plano entre em operação em novembro.

    "Nós fizemos um mapeamento das 27 capitais, todos os locais de homicídios, o mapa de violência doméstica, a rota e apreensão de armas nacionais e estrangeiras. Todo o mapeamento de inteligência. Nós agora estamos finalizando mais uma versão para uma reunião que eu tenho quarta-feira (19), pré agendada, com os dois núcleos que eu criei no final de maio. Eles vão analisar essas novas propostas, vão dar outras propostas para que nós possamos fechar o Plano Nacional de Segurança Pública em 15 dias, no máximo em três semanas."

    Segundo o Ministério da Justiça, somente após esta reunião, a minuta do plano será discutida com todos os estados e o Distrito Federal.

     

    Tags:
    homicídios, tráfico de drogas, tráfico de armas, criminalidade, combate, Plano Nacional de Segurança Pública, Alexandre de Moares, Rio, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik